Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Depois de três empates, o United de Mourinho voltou a ganhar

Depois de três igualdades consecutivas na prova, mais um desaire por 2-1 no reduto do Bristol City para a Taça da Liga inglesa, o United passou a somar 47 pontos na Premier League

Lusa

LINDSEY PARNABY

Partilhar

O Manchester United venceu na segunda-ffeira por 2-0 no reduto do Everton, colocando um ponto final numa série de três empates consecutivos e regressando, provisoriamente, ao segundo lugar da Primeira Liga inglesa de futebol.

‘Golaços’ do francês Anthony Martial, aos 57 minutos, e de Jesse Lingaard, aos 81, selaram o triunfo do conjunto comandado pelo treinador português José Mourinho.

Depois de três igualdades consecutivas na prova, mais um desaire por 2-1 no reduto do Bristol City para a Taça da Liga inglesa, o United passou a somar 47 pontos, provisoriamente mais dois do que o Chelsea, que joga quarta-feira no reduto do Arsenal.

O conjunto de Mourinho, que segue a 12 pontos do líder Manchester City (recebe terça-feira o Watford, de Marco Silva), manteve-se também três pontos à frente do Liverpool, adversário do FC Porto nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Os ‘reds’, que não perdem na ‘Premier League’ há 13 jogos (nove vitórias e quatro empates) — e há 16 em todas as provas -, somaram o terceiro triunfo consecutivo na competição, ao vencerem por 2-1 no reduto do Burnley, graças a um golo nos descontos.

O estónio Ragnar Klavan marcou, aos 90+4 minutos, o tento da vitória dos ‘reds’, de cabeça, depois de uma assistência, também de cabeça, do croata Dejan Lovren, na sequência de um livre de Alex Oxlade-Chamberlain.

Já na segunda parte, o senegalês Sadio Mané tinha adiantado, aos 61 minutos, o conjunto do alemão Jürgen Klopp, desfalcado de Salah e Coutinho, mas, aos 87, o islandês Johan Gudmundsson restabeleceu a igualdade.

Por seu lado, o Leicester regressou aos triunfos, depois de quatro jogos sem ganhar, ao bater em casa o Huddersfield por 3-0, na ansiada estreia do português Adrien Silva.

No King Power Stadium, o argelino Riyad Mahrez inaugurou o marcador, aos 53 minutos, e, sete volvidos, o compatriota e ex-‘leão’ Islam Slimani aumentou a vantagem, no seu primeiro golo na prova, ao segundo jogo como titular, quase três meses depois.

Aos 86 minutos, o treinador francês Claude Puel lançou o internacional luso Adrien – que falhou a inscrição em agosto por 14 segundos – em substituição de Matthew James e, aos 90+2, Marc Albrighton fechou a contagem.

Como o oitavo triunfo na prova, o Leicester isolou-se, provisoriamente, no oitavo lugar, com 30 pontos, enquanto o Huddersfield manteve-se no 11.º posto, com 24.

No outro jogo realizado na tarde de hoje, o Newcastle (13.º, com 22 pontos) afastou-se dos lugares de descida, ao vencer fora e ultrapassar o Stoke City (16.º, com 20), graças a um golo solitário do espanhol Ayoze Pérez, aos 73 minutos.

Antes, no primeiro encontro da prova em 2018, o Brighton (12.º, com 23 pontos) e o Bournemouth (14.º, com 21) empataram a dois golos.

Em Falmer, os anfitriões do Brighton estiveram a vencer por duas vezes, com o colombiano Jose Izquierdo como protagonista, ao fazer as assistências para os tentos do francês Anthony Knockaert, aos cinco minutos, e de Glenn Murray, aos 48.

Os forasteiros responderam na sequência de cantos, com golos de Steve Cook, aos 33 minutos, e, aos ‘trambolhões’, de Callum Wilson, aos 79.