Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Pinto da Costa e o grupo de adeptos organizados de Vieira: “O presidente do IPDJ anda distraído”

Segundo o presidente dos dragões, o futebol português não está “integrado no espírito da democracia”

Expresso

PAULO DUARTE

Partilhar

Para Pinto da Costa, o futebol português não está “integrado no espírito da democracia”: parte da culpa disso é do Benfica… e da “cegueira” do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ).

“Não faz sentido que estejam registados no IPDJ 23 claques de clubes de futebol e nenhuma seja do Benfica. A Federação reconhece aquela dos No Name nem sei bem o nome -, e o IPDJ vem dizer que as claques do Benfica nunca tiveram problemas com polícia, nem com o IPDJ, Ainda há poucos dias vimos que um [elemento da claque] que andava fugido há vários anos depois de matar um adepto do Sporting. O presidente do IPDJ anda muito distraído. É uma questão de Lei e de Justiça. Se calhar cabe a esta casa tomar medidas”, atirou Pinto da Costa, na quinta-feira à noite, durante um jantar com os deputados portistas da Assembleia da República.

Ainda no mesmo encontro, o Presidente dos dragões comentou o facto de o Ministério Público ter juntado o caso dos vouchers ao processo dos e-mails, que investiga um alegado caso de tráfico de influências por parte do Benfica.

“Se é para [o processo] ser mais rápido, vejo com satisfação. Se não for... Não percebo nada disso, não sou jurista, não sei como funciona o Ministério Público, nem tenho uma relação íntima com Angola”, afirmou.