Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rúben Semedo, versão gangster? Foi a casa de alterne, fez ameaças com arma de fogo - agora está a ser investigado pela polícia espanhola

Em novembro, o central foi detido pelas autoridades espanholas por ameaças com arma de fogo à frente de uma casa de alterne

Expresso

MIGUEL RIOPA

Partilhar

Rúben Semedo, defesa português do Villarreal e ex-jogador do Sporting, está a ser investigado pela polícia espanhola devido a desacatos e ameaças com arma de fogo, no exterior de um bar de alterne, em Valência, avança o jornal espanhol “Las Provincias” esta sexta-feira.

O incidente terá ocorrido em novembro do ano passado, momento em que o português estava afastado dos relvados por causa de uma lesão num tendão da perna direita.

O central foi detido pelas autoridades espanholas por ameaças com arma de fogo à frente de uma casa de alterne - o motivo em causa é desconhecido - e colocado depois em liberdade após ter prestado declarações.

Depois de interrogatório, Semedo foi submetido a Termo de Identidade e Residência.

Segundo o matutino espanhol, a suposta pistola que Semedo teria em sua posse “não pôde ser localizada”.

Uma testemunha que terá presenceado o incidente terá sido essencial para a identificação do jogador português: deu os dados do Porsche Cayenne no qual, supostamente, fugiu Semedo com a arma.