Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Os casos do Moreirense - FC Porto: o penálti sobre Filipe de que Sérgio Conceição se queixa e o golo anulado no último minuto

No final dos 90 minutos, sobraram dois lances polémicos em Moreira de Cónegos

Expresso

lusa

Partilhar

Um FC Porto sem pólvora nas chuteiras, desencantado, não conseguiu mais do que um empate frente ao Moreirense na terça-feira à noite. Os dragões concederam o seu quarto empate esta época, ficando a contar com 49 pontos, seguidos dos 47 do Benfica e do Sporting.

No final dos 90 minutos, sobraram dois lances polémicos: um golo anulado a Warris no último minuto, um penálti sobre Felipe, aos 66 minutos, que não terá sido assinalado.

“O FC Porto tem de ser muito mais forte do que o adversário. Eu pergunto: o VAR o que faz? Um penálti claro! Em Aves empatámos e houve um penálti claro, que toda a gente disse, hoje um penálti claro, contra o Benfica fomos muito prejudicados, hoje igual. O único jogo em que não houve interferência do árbitro foi em Alvalade, que empatámos. É por isso que eu digo que nós temos de ser muito mais fortes que o adversário para ganhar um jogo”, queixou-se Sérgio Conceição no final do encontro, em declarações aos jornalistas.

O guarda-redes do Moreirense voou dentro da grande área para bloquear o cabeceamento de Filipe, afastando assim a bola da baliza.

Para todos os especialistas em arbitragem do “Jogo”, o árbitro Luís Ferreira procedeu mal ao não assinalar qualquer falta - era penálti, defendem. “É uma entrada negligente de Jonathan que, ao tentar jogar a bola, atingiu, a solo, o jogador do FC Porto. Falta merecedora de pontapé de penálti e justificaria a aplicação de cartão amarelo”, apontou Fortunato Azevedo.

Quanto ao golo anulado no último minuto de jogo, Conceição foi mais coibido. “Ainda não vi o lance [golo anulado] com exatidão, apenas o vídeo aqui no telefone do Pedro [assessor de imprensa do FC Porto]. Não tenho uma ideia clara, é duvidoso... Mas é como digo, na dúvida não há como ir ver as imagens e ter uma opinião mais exata do que se passou. Assim como no lance do penálti sobre o Felipe. É um lance de VAR. Depois até podem decidir que não é penálti, mas não haver essa preocupação de ver as imagens... Mas porquê? Todos temos de assumir as responsabilidades, eu assumo as minhas perante os adeptos. Os árbitros? Se virem as imagens vão ter de decidir, é isso?”, disse.

Francisco J. Marques, responsável de comunicação do FC Porto, já veio até às redes sociais esta quarta-feira reclamar do mesmo lance. “Mais uma vez o FC Porto é gravemente prejudicado por uma decisão errada. Waris, como se vê na imagem, está em jogo. Mais dois pontos retirados à nossa equipa. Sao seis (dois nas Aves, dois no Dragao com o Benfica é agora mais dois). Verdade desportiva não é isto”, acusou.

Contudo, neste caso, para os especialistas do “Jogo”, o árbitro procedeu bem: Warris estava fora de jogo quando foi feito o passe, apontaram todos.