Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Sérgio Conceição e Pinto da Costa às turras por causa de Soares e Aboubakar

O insulto de Tiquinho Soares deu azo a outro episódio com Aboubakar no balneário dos dragões, com Sérgio Conceição, e acabou por obrigar Pinto da Costa a intervir

Expresso

No regresso ao trabalho do FC Porto a única cara nova é a de Sérgio Conceição

d.r.

Partilhar

O clima interno do FC Porto já foi melhor: o episódio de indisciplina de Soares, depois de ter sido substituído frente ao Sporting no jogo para a Taça da Liga, foi como que uma peça de dominó que tombou e deu origem a uma reação em cadeia, conta o “Correio da Manhã” esta sexta-feira.

O insulto de Tiquinho Soares deu azo a outro episódio com Aboubakar, o que acabou por obrigar Pinto da Costa a intervir no balneário dos dragões. No final, Sérgio Conceição ficou a sentir-se desautorizado e chateado com o presidente do clube.

Segundo o matutino, Tiquinho Soares, após a sua reação exacerbada no jogo com os leões, foi obrigado pela estrutura a ir à ‘flash-interview’ para pedir desculpas; contudo, a punição não se ficou por aqui.

No dia seguinte ao encontro que ditou o afastamento da Taça da Liga, Sérgio Conceição, escreve o “CM”, deu um valente puxão de orelhas ao brasileiro e disse-lhe que estava de castigo e dispensado do treino. Nesse momento, Aboubakar terá entrado na conversa em defesa de Soares. “A culpa [da derrota] é tua porque se me tivesses posto a jogar nada disto tinha acontecido”, terá dito o avançado a Sérgio Conceição.

O treinador português não foi perdulário: decidiu então que também Aboubakar estava de castigo e igualmente dispensado do treino.

Ao que consta, Luís Gonçalves, diretor-geral para o futebol do FC Porto, estava presente no balneário durante esta discussão e terá ligado logo a Pinto da Costa para relatar o ocorrido.

O presidente dos dragões tentou amenizar a situação: alertou Gonçalves que o afastamento dos dois jogadores seria prejudicial para a imagem de união do grupo e para a estabilidade que pretende em torno da equipa de futebol; e pediu para passar esta mensagem a Sérgio Conceição.

De acordo com o “CM”, Sérgio Conceição sentiu-se desautorizado com a posição de Pinto da Costa e decidiu, então, cancelar o treino.