Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rui Patrício: “Há coisas que não controlamos e o futuro é uma delas. Prefiro pensar época a época”

Frente ao Astana, o Patrício cumprirá o seu 448 jogo pelos verde e brancos; o português é o jogador há mais anos na equipa principal leonina.

Expresso

Rui Patrício estreou-se no Sporting em 2006/07

FRANCISCO LEONG/GETTY

Partilhar

No final desta quinta-feira, Rui Patrício, o guardião leonino, espera que o Sporting tenha mais uma vitória nos seus registos - só depois é que irá celebrar o seu trigésimo aniversário. O desejo do aniversariante para este ano? “A Liga Europa”, assumiu, em entrevista ao “Record”.

Frente ao Astana, o Patrício cumprirá o seu 448 jogo pelos verde e brancos; o português é o jogador há mais anos na equipa principal leonina. Ainda assim, questionado sobre a sua permanência em Alvalade, Patrício deixou tudo em aberto.

“Há coisas que não controlamos e o futuro é uma delas. Prefiro pensar época a época. Faltam alguns jogos para acabar esta, quero aproveitá-los ao máximo, desfrutar e ajudar a equipa a conquistar os objetivos”, disse.

“Sei que sou o jogador há mais anos na equipa principal. Tento ajudar os que vêm para eles se integrarem o mais rapidamente possível. Tanto eu como o William, que é da casa. Depois, temos o Seba [Coates] e o Bas [Dost] que também são capitães e ajudam os jogadores novos. O papel dos capitães tem sido muito positivo”, explicou.