Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Astana. Lágrimas de Coentrão e consolo de BdC em destaque na imprensa espanhola

Substituído aos 57 minutos, Coentrão acabou o jogo no banco de suplentes a chorar e a ser consolado por Bruno de Carvalho. Porquê? O internacional português, ao que consta, terá ficado frustrado com a sua exibição diante da equipa cazaque

Expresso

DR

Partilhar

Na quinta-feira, o Sporting venceu o Astana por 3-1, na primeira mão dos dezasseis avos de final da Liga dos Campeões. Mas nem tudo correu bem para todos: foi um mau dia para Fábio Coentrão.

Substituído aos 57 minutos, Coentrão acabou o jogo no banco de suplentes a chorar e a ser consolado por Bruno de Carvalho. Porquê? O internacional português, ao que consta, terá ficado frustrado com a sua exibição diante da equipa cazaque.

Coentrão veio para o Sporting a título de empréstimo para “recuperar” a sua carreira, dar-lhe uma nova vida, depois de um mau período no Real Madrid. A sua revolta interna, ao ser substituído, acabou por dar em lágrimas.

Em Espanha, tanto o desportivo “Marca” como o “AS”, deram conta do momento emocional de Coentrão; os dois desportivos partilharam a imagem do jogador a ser consolado pelo presidente do Sporting.

Para aumentar o desgosto, o lateral-esquerdo dos leões soube também na quinta-feira que irá cumprir um jogo de castigo, depois de uma “cuspidela” no Dragão, no final do jogo com o FC Porto.