Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Justiça preocupada com toupeiras das três cores

Tanto procuradores como juízes já não confiam no portal Citius. Sporting e FC Porto também terão “toupeiras” no sistema judicial, escreve o jornal i

Expresso

Paulo Gonçalves tinha sido constituído arguido no caso dos e-mails há alguns meses. Agora é suspeito de corromper funcionários judiciais

Partilhar

Não será só o Benfica a ter “toupeiras” no sistema judicial português, mas também o Sporting e o FC Porto, suspeitam muitos magistrados do Ministério Público, avança o jornal “i” esta quarta-feira.

Tanto procuradores como juízes já não confiam no portal Citius, plataforma que tinha intenção de unificar o sistema judicial português na internet, devido à “clubite” que se faz sentir - uma espécie de febre desportiva que leva funcionários do MP a divulgarem informações confidenciais de clubes rivais.

De acordo com o matutino, existe, neste momento, um mal-estar dentro do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) devido a alegadas fugas de informação que têm condicionado as investigações, como é exemplo o caso dos e-mails do Benfica.

Porém, não são apenas as “toupeiras” ligadas ao clube da Luz que preocupam as altas instâncias da justiça: as alegadas fugas de informação estão também associadas ao FC Porto e ao Sporting, escreve o “i”.