Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Fisco espanhol considera proposta de acordo financeiro de CR7 “medíocre” e rejeita-a

CR7 estaria disposto a pagar até cinco milhões de euros ao Fisco Espanhol, na condição de não existir qualquer punição penal

Expresso

PIERRE-PHILIPPE MARCOU/Getty

Partilhar

O conflito entre o Fisco espanhol e Cristiano Ronaldo ainda corre - e assim continuará nos próximos meses. De acordo com o “AS” esta terça-feira, o internacional português, farto dos holofotes mediáticos, tentou chegar a acordo com a Autoridade Tributária de Espanha, de forma a acabar com o processo.

Contudo, o Fisco considerou a oferta de até cinco milhões de euros para encerrar o processo como medíocre, tendo em conta que o valor reclamado é de 14,7 milhões de euros, referentes a direitos de imagem para o período de 2011 a 2014.

CR7 estaria disposto a pagar aquele valor, na condição de não existir qualquer punição penal.

Segundo o desportivo, o encontro das duas partes interessadas foi muito insatisfatório. Mais: tudo indica que o Fisco Espanhol considera que CR7 é merecedor de uma pena de prisão.