Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Fisco espanhol: assessores de Cristiano Ronaldo constituídos arguidos

Os assessores de CR7 serão chamados a depor em breve

Expresso

Paul Hanna

Partilhar

Os assessores jurídicos de Cristiano Ronaldo, responsáveis pela gestão financeira do craque português, também vão ser constituídos arguidos pelo Ministério Público espanhol no caso de fuga aos impostos que CR7 enfrenta, revela o “Jogo” esta quinta-feira.

Esta foi a instrução dada pela juíza do tribunal de Madrid, repetindo uma decisão já tomada anteriormente quando o caso de fuga ao Fisco por Lionel Messi estava a ser avaliado. Os assessores de CR7 serão chamados a depor em breve.

Cristiano Ronaldo, desde o primeiro momento, alegou que sempre deu instruções para que “tudo fosse pago” às finanças espanholas.

Em algumas das suas declarações públicas chegou mesmo lembrar que ele próprio tinha uns estudos limitados, logo não fazia sentido que o Fisco estivesse a tentar “prendê-lo”; a existir, seria ele o responsável pela fuga aos impostos.

CR7 está acusado de quatro crimes fiscais e de ter lesado o Estado espanhol em 14,7 milhões de euros - valor referente a direitos de imagem entre 2011 e 2014.