Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Ricciardi puxa o tapete a Bruno de Carvalho: “Demito-me e retiro o apoio”

Para Riccardi, “o clube precisa de regressar a uma normalidade institucional”. É necessária uma mudança “com a maior urgência”, diz ao “Record” esta quarta-feira

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA

Partilhar

Mais um dissidente, menos um crente num Sporting liderado por Bruno de Carvalho. José Maria Ricciardi, um dos nomes importantes das finanças dos leões e próximo do presidente do clube nos últimos anos, vai abandonar o conselho consultivo do Sporting e retirar o seu voto de confiança no atual líder de Alvalade.

“Regressado dos Estados Unidos e perante os acontecimentos mais recentes e a evolução entretanto verificada no Sporting, deixam de estar reunidas as condições para me manter nos órgãos sociais”, disse Ricciardi ao “Record” esta quinta-feira.

“É hora de retirar o apoio ao presidente do Sporting, dr. Bruno de Carvalho”, atirou.

Para Riccardi, “o clube precisa de regressar a uma normalidade institucional”, cenário muito distante da realidade nos últimos dias. É necessária uma mudança “com a maior urgência”, disse.

Mais: segundo o banqueiro, o imbróglio interno de Alvalade acabou por diminuir a capacidade competitiva da equipa e prejudicou a imagem do clube.