Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Administrador do Sporting enviado à China para procurar investidores

A Sporting SAD tem um empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros para pagar em maio deste ano

Expresso

JOSE MANUEL RIBEIRO

Partilhar

Parece que Alvalade precisa de dinheiro com alguma urgência: a Sporting SAD tem um empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros para pagar em maio deste ano, cujo pagamento já pediu para ser adiado.

Num momento em que quase todos os grandes investidores vêm do oriente, o Sporting enviou Carlos Vieira, administrador da Sporting SAD e vice-presidente para a área financeira do Sporting, à China, revela o “Correio da Manhã” esta segunda-feira.

Pelo que apurou o matutino junto de fonte conhecedora da situação, Carlos Vieira está na China à procura de investidores chineses dispostos a injetar capital no Sporting. O clube de Alvalade, contudo, rejeita que esta ideia seja verdade.

Em declarações ao “CM”, o Sporting confirmou a presença do gestor português na China, mas disse que esta deslocação foi feita no quadro da preparação da ida a esse país, em maio ou junho deste ano, de uma delegação do clube, da equipa e da exposição da primeira viagem do Sporting ao Império do Meio, que faz 40 anos em 2018.