Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Escaramuças e agressões no final do Estoril-Benfica

GNR foi chamada a intervir dentro e fora do estádio depois de adeptos dos dois clubes se terem envolvido em agressões.

Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

Foi já depois do apito final de Hugo Miguel no Estoril-Benfica deste sábado - que terminou com uma vitória por 1-2 dos encarnados carimbada já ao minuto 91 - que as atenções passaram do relvado para as bancadas do António Coimbra da Mota, com a GNR a ser chamada a intervir.

De acordo com os jornais desta manhã, tudo começou com uma troca de insultos entre adeptos do Benfica e do Estoril na bancada central, atrás do banco de suplentes do clube da Linha.

A Guarda Nacional Republicana terá tido aí uma intervenção rápida que serenou os ânimos. Contudo, cerca de uma centena de adeptos do Benfica aproveitou a concentração da polícia naquela zona para dar a volta ao estádio e acorrer à bancada onde estava a claque estorilista aumentando a confusão.

Foram usados bastões pela polícia e gerou-se muita tensão junto dos adeptos. Segundo "A Bola" foi mesmo criada uma área de segurança no relvado para se poderem refugiar adeptos acompanhados de crianças.

Não há registo de detenções nem feridos. Alguns adeptos do Benfica terão deixado o estádio sob escolta policial, havendo também nota de escaramuças no exterior do estádio.