Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Domingos Soares de Oliveira apanhado a dizer que não é incomodado pela Judiciária

Novos emails de administrador financeiro do Benfica são divulgados na Internet. Benfica ponderou em 2005 comprar jogadores do Setúbal para ajudar clube sadino a pagar salários.

Expresso

João Lima

Partilhar

Mesmo depois de ameaças de processos (afinal, há um gabinete de crise enfiado algures na Luz) e de existir uma investigação em curso pelo Ministério Público, o blogue “Mercado de Benfica” continua a revelar e-mails internos do clube encarnado.

Nesta última leva, conta o jornal “A Bola”, é o nome de Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD do Benfica, que aparece em destaque.

Soares de Oliveira escreve num email que foi divulgado na Internet que o seu problema não é com a Judiciária, que não o incomoda. A mensagem é escrita em resposta a um membro familiar, que lhe fala sobre os objetivos das investigações judiciais: procurar informações sobre a legalidade ou ilegalidade de atos que possam comprometer as suas relações laborais.

Ajudar o Vitória de Setúbal?

De acordo com outro e-mail revelado no blogue “Mercado de Benfica”, o clube encarnado terá, em 2005, ponderado comprar cinco jogadores ao Vitória de Setúbal, de forma a financiar aquele clube.

Nesse email, enviado a Domingos Soares de Oliveira a 26 de outubro de 2005 José Andrade de Sousa, chefe do departamento jurídico do Benfica, diz ter sido convocado para uma reunião com quatro pessoas do Benfica que são identificadas por iniciais, sendo uma delas LFV, o que remete para o presidente do clube, Luís Filipe Vieira. Além dos membros do Benfica, estariam nessa reunião também Chumbita Nunes e uma advogada, ambos do Vitória de Setúbal.

A reunião tinha sido convocada com o objetivo de equacionar a possibilidade de o Benfica comprar cinco jogadores do clube sadino, assim ajudando-o a pagar salários. Esse email é enviado por José Andrade de Sousa, chefe do departamento jurídico do Benfica, a Soares de Oliveira, datado de 26 de outubro de 2005.

Notícia retificada às 13:51, contextualizando e retirando expressões pessoais.