Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Pinto da Costa: “Ainda falta um ponto, estamos perto, mas ainda não temos o título na mão”

Para Pinto da Costa, o ideal seria o FC Porto festejar o título no Dragão, já no próximo domingo. “Já uma vez fomos campeões no Hotel Tivoli, no sofá, como se diz. Sinceramente não achei graça nenhuma a isso”, afirmou

Expresso

Paulo Duarte

Partilhar

A duas jornadas do final do campeonato nacional, é quase certo que o título de campeão irá cair no Estádio do Dragão e para a equipa liderada por Sérgio Conceição. Basta ao FC Porto empatar um dos jogos, mas toda a cautela é pouca, avisa Pinto da Costa, presidente do FC Porto, em entrevista ao “Jogo” esta quarta-feira.

“Lembro-me de que, há cinco anos, o Benfica festejou o título na Madeira a três/quatro jornadas do fim e depois empatou com o Estoril; a seguir perdeu com o FC Porto, no dia do Kelvin, e perdeu o título”, lembrou o líder dos dragões.

“Ainda falta um ponto, estamos no bom caminho, estamos perto, mas ainda não temos o título na mão”, avisou.

Para Pinto da Costa, o ideal seria o FC Porto festejar o título no Dragão, já no próximo domingo, e não no “sofá”. “Eu gostava que acontecesse no nosso estádio, gostava que qualquer um dos nossos adversários [Sporting ou Benfica] vencesse…”, assumiu o presidente do FC Porto.

“Já uma vez fomos campeões no Hotel Tivoli, no sofá, como se diz - foi com o Mourinho... Eu nem estava lá, estava a jantar num restaurante e, de repente, vi tudo aos saltos porque o FC Porto foi automaticamente campeão. Sinceramente não achei graça nenhuma a isso; acho que no nosso estádio é que se deve ser campeão”, afirmou Pinto da Costa.