Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Iker, amigo, o plantel está contigo

Se dependesse do plantel dos dragões, Iker Casillas teria todas as razões do mundo para permanecer, na próxima época, na Cidade Invicta

Expresso

JOSÈ COELHO/LUSA

Partilhar

Iker Casillas representa uma fatura mensal pesada nos cofres do FC Porto - isto é um facto.

Devido ao seu salário avultado, desde o início da época falou-se várias vezes de uma possível saída do guarda-redes espanhol; os dragões, que se tudo correr bem irão sagrar-se campeões já este fim de semana, fizeram este ano, em boa verdade, uma das maiores gincanas de sobrevivência financeira que há memória.

Mas o cenário apertado mantém-se: o FC Porto precisa de dinheiro a entrar nos cofres do clube. E a saída de Casillas é uma das soluções possíveis.

Contudo, se dependesse do plantel dos dragões, Iker teria todas as razões do mundo para permanecer, na próxima época, na cidade invicta, conta o “Record” esta quinta-feira.

Na quarta-feira à tarde, a equipa do FC Porto juntou-se num churrasco e Iker Casillas, como já é hábito, tomou o lugar de jornalista do grupo, cirandando com o telemóvel e recolhendo testemunhos num direto para o Instagram.

Num ambiente descontraído, Iker Casillas, que passeava com o telemóvel pelo meio do plantel, recebeu muito elogios dos seus companheiros de equipa: André André disse-lhe que era o “melhor guarda-redes de todos os tempos”; Herrera concordou de forma bem-humorada, apelidando o guardião de “avô Casillas”.

Brahimi, por sua vez, deu início ao cântico de “San Iker”, que André André transformou num “fica Iker” em espanhol.