Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

UEFA: União Espanhola de Futebol (ou como o jardim dos vizinhos é mesmo muito melhor que o nosso)

Em trinta finais europeias nos últimos dez anos, houve pelo menos uma equipa espanhola em 22 destas

Expresso

A 24 de maio de 2014, a Luz recebeu a final da Liga dos Campeões, entre Real Madrid e Atlético de Madrid, com a equipa de Ronaldo a vencer por 4-1

Shaun Botterill/Getty

Partilhar

Na última década, as grandes competições competições quase sempre falaram espanhol. Quer na Liga dos Campeões quer na Liga Europa, as equipas espanholas - Real Madrid, Barcelona, Sevilha e Atlético de Madrid - têm vindo a dominar.

A hegemonia está à vista de todos: em trinta finais europeias nos últimos dez anos, houve pelo menos um representante espanhol em 22 destas, avança “A Marca” esta sexta-feira.

Em 58 finalistas, 27 foram equipas espanholas. E mais: das 27 equipas campeãs europeias desde 2008, 17 foram espanholas.

O Real Madrid é, sem dúvida, o rei europeu: venceu as duas últimas edições da Champions e pode este ano chegar tri, caso derrote o Liverpool na final. Antes dos merengues, a Liga dos Campeões tinha caído para o Barcelona e antes do Barça tinha caído… para os merengues.

O Sevilha, por exemplo, nos últimos dez anos ganhou três Ligas Europa. Caso o Atlético de Madrid ganhe este ano, acumulará o mesmo número de troféus.