Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Cotovelada de Rúben Dias a Gelson vale sumaríssimo

O lance em causa foi considerado merecedor de cartão vermelho de forma unânime pelos especialistas em arbitragem que analisaram o jogo, mas, em campo, não foi sancionado nem com falta por Carlos Xistra

Expresso

Bas Dost e Rúben Dias em disputa no dérbi

Carlos Rodrigues/Getty

Partilhar

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol ordenou à Comissão de Instrutores da Liga a abertura de um auto de flagrante delito a Rúben Dias - um sumaríssimo - por causa da cotovelada em Gelson Martins, avançam todos os desportivos nacionais esta terça-feira.

Durante o jogo entre Sporting e Benfica no sábado, o central do Benfica atingiu Gelson no rosto com o braço.

O lance em causa foi considerado merecedor de cartão vermelho de forma unânime pelos especialistas em arbitragem que analisaram o jogo, mas, em campo, não foi sancionado nem com falta por Carlos Xistra.

Mais: o lance foi também visto pelo vídeo-árbitro e este não o considerou merecedor de cartão vermelho.

Segundo os desportivos, a Comissão de Instrutores irá enviar, esta terça-feira, a sua decisão que será apreciada na reunião da secção profissional do órgão disciplinar liderado por José Manuel Meirim.