Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Nápoles tenta Rui Patrício com um salário a duplicar

Rui Patrício tem contrato com o Sporting até ao ano de 2022 e a sua cláusula de rescisão está fixada em 40 milhões de euros

Expresso

Rui Patrício estreou-se no Sporting em 2006/07

FRANCISCO LEONG/GETTY

Partilhar

Não se sabe, neste momento, se Rui Patrício pretende da atual época sair do Sporting, clube onde já ocupa um lugar cimeiro no coração dos adeptos do clube, mas, pelo menos, será difícil não se sentir tentado a tal. O Nápoles, escreve “A Bola” esta terça-feira, está disposto a duplicar-lhe o salário - de dois para quatro milhões de euros por ano - para este mudar-se para Itália.

Este valor poderá ainda subir, dependendo do trajeto que a seleção portuguesa trace no Mundial na Rússia este verão. Mas, em todo o caso, o negócio não será de fácil concretização.

Segundo o desportivo, a direção do Sporting só admite abrir mão do seu capitão por valores que rondem os 35 milhões. Já o Nápoles só parece estar disposto a investir até 20 milhões de euros.

Depois do Euro2016, Patrício, uma das principais figuras da equipa portuguesa na vitória à França, foi assediado por vários clubes. Porém, na época, Bruno de Carvalho conseguiu convencer o guarda-redes luso a ficar em Alvalade.

Rui Patrício, lembremos, tem contrato com o Sporting até ao ano de 2022, com cláusula de rescisão de 40 milhões de euros.