Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Benfica. Há mais dois arguidos no caso e-toupeira

Fonte próxima do processo disse ao “Jornal Económico” que os dois novos arguidos são dois oficiais de justiça que alegadamente atuaram a favor dos interesses do clube da Luz

Expresso

Partilhar

Não se sabe ainda quem são, as suas identidades ainda não vieram a público, mas, de acordo com o “Jornal Económico” esta sexta-feira, o Benfica tinha mais que uma “toupeira” no sistema judicial português. Na realidade, teria pelo menos mais duas.

Neste momento, já são sete os arguidos do caso “e-toupeira”, número confirmado pelo Expresso junto da Procuradoria Geral da República (PGR), sem identificar quais são os novos arguidos.

Fonte próxima do processo disse ao “Jornal Económico” que os dois novos arguidos são dois oficiais de justiça que alegadamente atuaram a favor dos interesses do clube da Luz.

Os dois novos arguidos juntam-se agora aos cinco arguidos do processo, onde se inclui Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica e José Nogueira Silva, técnico de informática do Instituto de Gestão Financeira e Equipamento da Justiça (IGFEJ), em prisão preventiva desde março.

[Notícia atualizada às 11h50]