Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O plano de Bruno para afastar Jesus

O “Correio da Manhã” deste sábado garante que o presidente do Sporting estará a forçar a saída de Jorge Jesus do comando técnico dos leões.

MÁRIO CRUZ / LUSA

Partilhar

O futuro é para decidir só depois da final da Taça de Portugal, que os leões vão disputar a 20 de maio, mas o “Correio da Manhã” deste sábado assegura que Jorge Jesus será pressionado a sair do Sporting pelo presidente Bruno de Carvalho.

Os motivos apontados para a separação são vários. O jornal refere a derrota do Sporting em Braga como o detonador de uma relação mais tensa entre ambos, mas elenca outros episódios que terão contribuído para a cisão.

O jornal assegura que a célebre publicação de Bruno de Carvalho no Facebook depois do jogo com o Atlético de Madrid, que colocou o balneário leonino em polvorosa, teria como alvo Jorge Jesus.

O CM garante ainda que o presidente do Sporting não terá gostado que Jesus tenha chegado a acordo com o Benfica em Tribunal, nem que tivesse Rogério Alves - muitas vezes apontado como candidato à presidência do Sporting - como advogado.

O facto de Jorge Jesus ter vedado a entrada no balneário ao líder leonino para palestras antes dos jogos, coisa que de acordo com o matutino se verificava quando Leonardo Jardim e Marco Silva eram treinadores, também terá desgostado Bruno de Carvalho.

Jorge Jesus não vai com a equipa na digressão à China, diz ainda o CM e só estará disposto a sair recebendo o ano de contrato que tem em falta, um total de sete milhões de euros brutos.

O Sporting fecha a época este domingo com o Marítimo (18h00) num encontro decisivo para assegurar o segundo lugar. De acordo com o jornal “Record”, o presidente do leonino não irá, ainda assim, à Madeira. Bruno de Carvalho acompanhará antes a equipa de hóquei em patins do Sporting que disputa a final four da Liga Europeia da modalidade, que se joga este fim de semana no Porto.

Na grande entrevista a Bruno de Carvalho, que o "Expresso" publica este sábado, o presidente do Sporting fala do episódio da publicação no Facebook - que não voltaria a fazer - e do papel de Jorge Jesus no processo.

Sobre a continuidade de Jesus, Bruno de Carvalho lembrou que o técnico tem mais um ano de contrato. "Já estamos a preparar o que aí vem", declarou o dirigente.