Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O pior cenário possível para o Sporting: rescisão por justa causa pode fazer rombo de 110 milhões nos cofres do clube

Saída a custo zero de Bas Dost, Rui Patrício, Gelson Martins, Bruno Fernandes e William Carvalho, seria cenário trágico para as finanças do Sporting

Expresso

Bas Dost foi um dos jogadores do Sporting agredidos por adeptos na invasão à Academia

DR

Partilhar

É sabido que o Sporting tem muitos jogadores cobiçados por grandes europeus. É sabido que muitos já quiseram sair, mas Bruno de Carvalho não deixou - por vários motivos. Nos últimos anos, houve vários clubes que mostraram sinais de interesse na compra de Bas Dost, Rui Patrício, Gelson Martins, Bruno Fernandes e William Carvalho, mas as transferências não se chegaram a concretizar devido aos valores exigidos pela SAD leonina.

Agora, com o que se sucedeu na terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, estes poderão sair… a custo zero.

No caso dos jogadores do Sporting agredidos rescindirem contrato por justa causa, os leões levarão um rombo financeiro de proporções épicas para os cofres do clube - um possível cenário trágico para Alvalade, tendo em conta o abatimento anunciado há duas semanas nas dívidas do clube.

De acordo com as conta do “Correio da Manhã”, o clube de Alvalade poderá perder 110 milhões de euros, com a saída a custo zero de Dost, Rui Patrício, Gelson Martins, Bruno Fernandes e William Carvalho, só para falar em questões monetárias.

É de lembrar que estes cinco jogadores são as principais figuras do plantel leonino e são também, no fundo, a essência do seu futebol.

A título de exemplo: Gelson Martins, que está avaliado em 30 milhões de euros, mas tem uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros, valor inalcançável para 99% dos grandes europeus; com uma “via verde” para sair e Mundial na calha, não faltarão interessados no jovem português.