Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Augusto Inácio tentou convencer Jesus a ficar - mas não conseguiu

Para sair a bem e rapidamente do Sporting, Jorge Jeusus está disposto abdicar de uma parte da indemnização a que tem direito

Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

Jorge Jesus está decidido a sair do Sporting (a bem ou a mal) e ninguém será capaz de convencê-lo do contrário. De acordo com “A Bola” esta sexta-feira, Augusto Inácio, o novo diretor-geral para o futebol do Sporting, encontrou-se quinta-feira com Jorge Jesus para tentar convencê-lo a permanecer em Alvalade até ao fim do seu contrato, mas não teve sucesso.

O treinador português, contudo, mostrou-se fixo na sua decisão. No encontro, Jesus terá evocado todas as críticas de que foi alvo de Bruno de Carvalho nos últimos dois meses, assim como os incidentes na Academia de Alcochete, na semana passada.

Ainda assim, para sair sem conflitos, JJ estará disposto a abdicar de uma parte da indemnização a que tem direito.

Jorge Jesus, lembremos, tem direito a 7,5 milhões de euros brutos (um ano de salários), face ao contrato que vigora até 2019.

Se possível, JJ quer sair do Sporting a bem, segundo o mesmo jornal: o treinador quer que o processo da sua saída seja o mais simples possível, para que não prejudique o Sporting.

O jornal "A Bola" também acrescenta que a SAD do Sporting tem Ricardo Sá Pinto como uma forte hipótese para substituir Jorge Jesus no comando da equipa.