Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

CR7 levou dois guarda-costas portugueses para Kiev: um lutador de MMA e um forcado da Chamusca. E um superespião

A empresa de segurança Anthea é liderada pelo ex-espião e antigo diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho

Expresso

Ronaldo conquistou a Liga dos Campeões pela quinta vez

SERGEI SUPINSKY

Partilhar

A final da Liga dos Campeões em Kiev, entre o Real Madrid e o Liverpool, no sábado, foi um jogo de risco. Houve, lembremos, até uma ameaça de bomba no metropolitano da cidade, poucas horas antes do encontro. Por questões de segurança, Cristiano Ronaldo fez-se acompanhar, na Ucrânia, por dois guarda-costas portugueses, revela o “Correio da Manhã” esta quarta-feira.

CR7 chamou Nuno Marecos, paraquedista e forcado da Chamusca, e Gonçalo Salgado, lutador profissional de MMA, ambos funcionários da empresa de segurança privada Anthea, para o escoltar (e à sua família) em Kiev.

De acordo com o matutino, esta não é a primeira missão do género do antigo militar ribatejano e do lutador de artes marciais mistas. Há anos que os dois guarda-costas acompanham a família Aveiro em diversas deslocações - dentro e fora do país.

Esta foi, contudo, a primeira vez que ambos os seguranças foram apanhados pelas câmaras dos fotógrafos, a acompanharem os movimentos de Ronaldo, Georgina e Cristianinho no final da partida ganha pelo Real Madrid, nota o matutino.

A empresa de segurança Anthea é liderada pelo ex-espião e antigo diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho.