Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Isco: “Não volto a falar com o Cristiano Ronaldo depois do que ele fez no outro dia”

Em declarações ao programa “El Larguero”, Isco, internacional da seleção espanhola, prometeu - em jeito de brincadeira, note-se -, não voltar a falar com Cristiano Ronaldo, depois do hat-trick deste frente à Espanha

Expresso

Isco e Ronaldo no Portugal-Espanha (3-3)

JONATHAN NACKSTRAND/GETTY

Partilhar

A brincar, a sério, meio a brincar, muito a sério. O que Cristiano Ronaldo fez frente à Espanha não se faz - pelo menos, para um espanhol. Isco, colega de equipa de CR7 no Real Madrid, não conseguiu deixar de ficar arreliado (e ao mesmo tempo espantado) com o hat-trick do português, na sexta-feira.

Em declarações ao programa “El Larguero”, o espanhol, também ele internacional da seleção roja, prometeu - em jeito de brincadeira, note-se -, não voltar a falar com Cristiano Ronaldo. “A Cristiano nem uma palavra, não volto a falar com ele depois do que fez no outro dia. Não merece [risos]”, ironizou o médio espanhol.

A admiração de Isco pelo rendimento do avançado português, contudo, não deixou de ser sincera. “Quando Cristiano está num dia sim… Os dois primeiros golos deram-lhe confiança e meteu-a lá dentro [no livre decisivo]”, admitiu.

Já Isco não conseguiu fazer o mesmo quando rematou uma bola à trave da baliza de Rui Patrício. "Sabia que não era golo, porque o relógio do árbitro não vibrou [tecnologia da linha de golo], mas ainda fui lá fazer uma bocadinho de pressão", gracejou.

O médio do Real Madrid também aproveitou para dizer que Julen Lopetegui "merece" ser o novo treinador do Real Madrid, apesar de toda a confusão criada. "É um grande treinador, ajudou-me muito e sei que vai estar bem no Real Madrid."

Isco também elogiou Sergio Ramos, capitão espanhol que é "um exemplo" e que foi sempre o porta-voz da equipa antes e depois da saída de Lopetegui da seleção. "Ele passou mal. Esteve em muitas reuniões e fez tudo o que podia pela equipa", explicou, referindo-se ao central do Real Madrid.