Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bruno de Carvalho exigiu 100 mil euros ao Sporting por apuramento para o play-off da Champions

A notícia é do “Correio da Manhã”. Após o apuramento para o play-off da Champions do Sporting em 2017, o clube recebeu cerca de dois milhões de euros. Bruno de Carvalho determinou, então, a distribuição de cerca de 1,25 milhões de euros, sendo um milhão para jogadores e equipa técnica e 250 mil euros a dividir pelos quatro elementos da SAD

Expresso

MIGUEL A. LOPES

Partilhar

Em 2017, Bruno de Carvalho pediu um prémio extraordinário de 100 mil euros pelo terceiro lugar obtido pelo Sporting e consequente apuramento para a Liga dos Campeões , revelam o “Correio da Manhã” e o “Record” esta sexta-feira. Os dois jornais tiveram acesso a uma ata do clube de Alvalade onde ficou registada essa exigência.

Após o apuramento para o play-off da Champions do Sporting em 2017, o clube recebeu cerca de dois milhões de euros. Bruno de Carvalho determinou, então, a distribuição de cerca de 1,25 milhões de euros, sendo um milhão para jogadores e equipa técnica e 250 mil euros a dividir pelos quatro elementos da SAD - o presidente do Sporting arrecadaria 100 mil euros e os restantes elementos embolsavam metade, ou seja, 50 mil euros.

Para justificar este “bónus” extraordinário, segundo o “CM”, BdC recorreu à comparação com as SAD do Benfica e FC Porto para demonstrar que se tratava de valores inferiores aos dos rivais.

De acordo com o “CM”, o Conselho Fiscal deu seguimento a um “memorando do presidente” e permitiu validar a distribuição do prémio extraordinário na assembleia geral da SAD, ficando no entanto sujeito ao parecer prévio da Comissão de Acionistas/Vencimentos da sociedade.

Mais tarde, a Comissão de Vencimentos vetou este prémio e o Conselho de Administração acabou por retirar o pedido.