Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Sporting asfixiado: deve, pelo menos, 40 milhões de euros a fornecedores, há transferências de jogadores por pagar

Valor em dívida foi contabilizado pela Comissão de Gestão e Administração da SAD do Sporting, desde que assumiu funções há pouco mais de uma semana. Porém, a situação do clube pode ainda ser mais crítica, escreve o “Correio da Manhã

Expresso

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

Partilhar

Após dois meses de polémicas e com a saída de muitos dos seus principais jogadores a custo zero por rescisão unilateral, o Sporting deu por si asfixiado ao nível financeiro. Segundo o “Correio da Manhã” esta quarta-feira, o clube de Alvalade deve, neste momento, 40 milhões de euros a fornecedores.

Este valor foi contabilizado pela Comissão de Gestão e Administração da SAD do Sporting, desde que assumiu funções há pouco mais de uma semana. Porém, a situação do clube pode ainda ser mais crítica. De acordo com o matutino, o levantamento de dívidas está ainda numa fase embrionária e os atuais dirigentes temem um buraco financeiro no Sporting, provocado pela gestão liderada por Bruno de Carvalho, seja ainda maior.

Além da dívida a fornecedores, que poderá não estar completamente quantificada, pois há ainda transferências de jogadores que não foram pagas - ou seja, o valor em dívida pode ser substancialmente maior, escreve o “CM”. O jornal não identifica o nome de nenhum dos jogadores em causa.

Na terça-feira, a Comissão de Gestão do Sporting anunciou, em comunicado, esta terça-feira que vai avançar já com uma auditoria. “Dar início aos procedimentos tendentes à realização de uma auditoria forense às contas do Sporting e do Sporting SAD”, lê-se no documento.