Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Tráfico de orgãos. Ex-Presidente do Barcelona “comprou” fígado para Abidal no mercado negro

A Guarda Civil e a Polícia Nacional interceptaram quatro chamadas telefónicas, datadas do ano passado, nas quais Sandro Rosell admite ter comprado “um fígado ilegal” para o jogador francês

Expresso

Alex Gallardo

Partilhar

Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, “comprou” um fígado no mercado negro para Eric Abidal, ex-jogador e atual secretário técnico do clube, em 2012, quando este foi submetido a um transplante hepático devido a um cancro, avança o “El Confidencial” esta quarta-feira. Ao que tudo indica, o defesa francês saberia da origem do fígado.

A Guarda Civil e a Polícia Nacional interceptaram quatro chamadas telefónicas, datadas do ano passado, nas quais Sandro Rosell admite ter comprado “um fígado ilegal” para o jogador francês; estas, entretanto, já foram remetidas para o Ministério Público espanhol, conta o matutino.

A saga pela sobrevivência Eric Abidal foi notícia há sete anos. Em 2011, Abidal foi submetido a uma cirurgia, na clínica do próprio clube, para retirar um tumor no fígado; contudo, passado um ano, o estado de saúde do defesa francês voltou a piorar - teve uma recaída.

Já em abril de 2012, após encontrar um “dador”, um suposto primo desconhecido do jogador chamado Gerard e que vivia em França, Abidal foi alvo de um transplante de fígado na clínica do Barcelona. No ano seguinte, no verão de 2013, Abidal abandonou o Barcelona chateado com a direcção de Rosell por não lhe permitir continuar no plantel.

Ao consentir que viesse a público a notícia de que o orgão fora doado por um familiar, sem nunca a ter desmentido, Abidal, ao que parece, devia saber da origem ilegal do mesmo.

As escutas de Sandro Rosell foram conseguidas, em 2017, durante uma investigação por branqueamento de capitais.