Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

#The Best: Ronaldo, o melhor do planeta pela quinta vez: “Obrigado à família, amigos, namorada... mãe. Senão, levo quando chegar a casa”

E, pronto. Terminou. Vale a pena recordar o que aconteceu aqui: Ronaldo conquistou o quinto título de melhor do ano para a FIFA e igualou Lionel Messi; Ronaldo fez parte do melhor onze do ano para a FIFA, ao lado de Buffon (melhor guarda-redes do ano), Dani Alves, Bonucci, Ramos, Marcelo, Modríc, Kroos, Iniesta, Messi e Neymar. Zinedine Zidane foi eleito o melhor treinador do ano e Giroud marcou o golão para mais tarde recordar. No plano feminino, Lieke Mertens foi eleita a futebolista do ano e a treinadora Sarina Wiegman (selecionadora da Holanda) foi a distinguida

Expresso

BEN STANSALL

Partilhar

21h01: Ronaldo disse que a época que passou foi excecional. E porquê? Porque ganhou a Liga espanhola, a Liga dos Campeões, a Supertaça Europeia e o Mundial de Clube. E porque marcou 12 golos na Champions, a prova de clubes mais importante do planeta, tendo marcado dois golos na final contra a Juventus. Coisa pouca, portanto. Ao todo, foram 42 golos em 44 jogos jogados, numa temporada em que foi poupado, aqui e ali, para chegar em forma nas alturas decisivas.

Mais uma vitória pessoal para Ronaldo

Mais uma vitória pessoal para Ronaldo

BEN STANSALL

20h56: Ronaldo é o melhor jogador do ano FIFA, pela 5.ª vez na carreira. Fala em português: "Onze anos no topo mundial. Trabalho duro, foi um ano excecional. Quero agradecer à minha família. Este troféu é vosso, namorada, filho, mãe - se não levava em casa. Também aos gémeos, vou ser pai outra vez. Obrigado a todos", disse. Depois, em inglês: "Sei que tenho fãs em todo o lado. É óptimo estar ao lado destes jogadores fantásticos. Obrigado e tenham uma grande noite".

20h55: Agora, no palco, estão Diego Maradona e Ronaldo Fenómeno. Serão eles a apresentar o prémio de jogador de ano. Segue a paródia. Os candidatos são: Ronaldo, Messi e Neymar.

20h52: A vencedora é Lieke Martens, da Holanda

Mertens, a número 11

Mertens, a número 11

TOBIAS SCHWARZ

20h49: Depois dos Kasabian, banda natural de Leicester (houve até um abraço ao treinador Claudio Ranieri), segue-se o prémio para a melhor jogadora do ano. As candidatas são: Deyna Castellanos (Venezuela), Carli Lloyd (EUA) e Lieke Martens (Holanda).

20h40: Há perguntas dos adeptos para os jogadores. Esta é para Ronaldo: qual o segredo para o sucesso? "É difícil. Talento sem trabalho não é nada", diz o português. Esta é para Neymar: quanto tempo demorou a arranjar-se para vir para esta festa?. "Uns vinte minutos", disse o brasileiro.

 Neymar esforçando-se por dar nas vistas

Neymar esforçando-se por dar nas vistas

GLYN KIRK

20h34: Um a um, os jogadores subiram ao palco, posaram para as câmaras dos fotógrafos e para o telemóvel de Idris Elba. Selfie-com-os-melhores-do-mundo-para-partilhar-nas-redes-e-gerar-buzz-mediático? Check.

O onze do ano composto por jogadores da Juve, Real Madrid e Barcelona

O onze do ano composto por jogadores da Juve, Real Madrid e Barcelona

Michael Steele

20h30: Onze do ano é o seguinte: Buffon, Dani Alves, Leonardo Bonucci, Sérgio Ramos e Marcelo; Luka Modríc, Toni Kroos e Iniesta; Messi, Ronaldo e Neymar. Um 4x3x3 bastante ofensivo, diga-se.

20h23: Continuamos em direto na gala The Best. Agora, o prémio Fair Play com Marcel Desailly (ex-jogador) e Patrick Stewart (ator inglês) no palco. O prémio vai para o togolês Francis Kone, que salvou a vida ao guarda-redes adversário após um impacto brutal. Foi a quarta vez na sua carreira que o futebolista executou tal manobra. Veja o vídeo.

20h21: A treinadora do ano é a holandesa Sarina Wiegman, selecionadora da Holanda

A treinadora não pôde estar presente, mas enviou um agradecimento via vídeo

A treinadora não pôde estar presente, mas enviou um agradecimento via vídeo

BEN STANSALL

20h16: Os melhores adeptos do ano são do Celtic de Glasgow.

20h14: Os adeptos finalistas são dos seguintes clubes: Borssuia Dortmund (que abriram as portas de casa aos fãs monegascos quando houve um atentado antes de um encontro da Liga dos Campeões, em Dortmund); o Celtic de Glasgow (que homenagearam os campeões europeus com uma coreografia incrível); e o Copenhaga (por ter entregue a Taça da Dinamarca a um adepto com deficiência).

20h10: Agora, é o troféu para os melhores adeptos. Idris Elba veste um sobretudo e tem um cachecol do Arsenal enrolado ao pescoço: "Eu sou um fã também". O prémio será apresentado por Samuel Eto'o, o camaronês que se dirige à plateia em espanhol, notavelmente hipnotizado pelo teleponto que lê.

BEN STANSALL

20h02: No palco está Peter "O Grande Dinamarquês" Schmeichel para apresentar o prémio de treinador do ano a ... Gianluigi Buffon. "Vou falar em inglês, mas... Bom, vou tentar", começou por dizer Buffon. E prosseguiu: "É uma grande honra receber este prémio nesta idade [risos]. Estou orgulhoso, mas quero agradecer ao meu clube, ao meu treinador, aos meus colegas de equipa. Foram eles que tornaram isto possível. E, já agora, quero agradecer a todos os que votaram em mim. Foi uma época fantástica para mim. Mas, enfim, não foi suficiente para ganhar a Liga dos Campeões. Espero eu que este ano joguemos melhor, até porque gostava de terminar a minha carreira com uma vitória fantástica, se for possível".

BEN STANSALL

19h58: E o treinador do ano é Zidane, que venceu a Liga espanhola e a Liga dos Campeões pelo Real Madrid em 2016-17. Visivelmente emocionado, o francês falou em francês e em italiano na hora de se dirigir aos colegas que perderam o prémio: "Isto também é para vocês, Massimo [Allegri] e Antonio [Conte]"

Conte, Zidane e Allegri - os candidatos

Conte, Zidane e Allegri - os candidatos

ADRIAN DENNIS

19h53: E o golo do ano é para Olivier Giroud, um remate-escorpião contra o Crystal Palace

19h45: Estamos em Londres e a apresentação é de Idris Elba. O ator já tirou as suas selfies Messi, Ronaldo e Neymar, já se me meteu com Girou (que é do seu Arsenal) e pôs a malta a rir.