Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

Ronaldo paga 18,8 milhões e aceita pena de prisão suspensa de dois anos

A notícia é avançada pelo jornal “El Mundo”. O português chegou a acordo com o Fisco espanhol e reconheceu ter cometido quatro delitos fiscais, regularizando, assim, uma dívida relacionada com os ganhos não declarados de direitos de imagem

Tribuna Expresso

FRANCISCO LEONG/GETTY

Partilhar

Cristiano Ronaldo reconheceu ter cometido quatro delitos fiscais em Espanha, como parte de um acordo com o Fisco do país que, ao todo, implica que o capitão da seleção nacional pague 18,8 milhões de euros. A justiça espanhola, avançou, esta sexta-feira, o "El Mundo", também condenou o internacional português a uma pena suspensa de dois anos de prisão (seis meses por cada delito fiscal).

Ou seja, ao aceitar-se como culpado no processo de incumprimento fiscal, o jogador do Real Madrid logrou que o Fisco reduzisse para 5,7 milhões de euros o valor dos delitos - inicialmente, eram imputados a Ronaldo cerca de 14,7 milhões.

O "El Mundo" escreve ainda que o internacional português ainda estará a tentar que os dois anos de prisão, que não implicam que sejam cumpridos, sejam substituídos por multas. O diário espanhol, contudo, garante que as autoridade tributárias se opõem a esta hipótese.