Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

Em Espanha dizem que Ronaldo segue para a Juve por 100 milhões e a ganhar 30 milhões por ano. Que outros portugueses lá estiveram?

O programa de televisão “El Chiringuito” garante que o craque deixa o Real Madrid e ruma ao gigante de Turim neste verão

Pedro Candeias

Mikhail Tereshchenko

Partilhar

O programa de televisão “El Chiringuito” costuma acertar nestas coisas: Cristiano Ronaldo vai para a Juventus porque o Real Madrid aceitou €100 milhões para a sua transferência, cerca de €900 milhões menos do que estava estabelecido na faraónica – e irrealista – cláusula de rescisão: mil milhões de euros.

“El Chiringuito” adianta também que Cristiano irá receber 30 milhões de euros por ano durante quatro anos. Ou seja, Ronaldo prepara-se para jogar na Juventus até aos 37 anos, idade respeitável para qualquer futebolista, mas dentro dos padrões italianos. Lembrar que Maldini retirou-se aos 41 no AC Milan e que Buffon tem 40 e vai para o PSG.

Ora, a confirmar-se, Ronaldo será o 7.º futebolista português a alinhar pela Juventus - e estes são os outros cinco. Ou melhor, 5+1.

Rui Barros

Chamavam-lhe a “Formiga Atómica” porque, bem, era baixinho, mas mexido. O português de apenas 1,59 esteve entre 1988 e 1990 na Juventus, tendo jogado 60 encontros, marcado 14 golos e conquistado uma Taça UEFA e uma Taça de Itália.

Paulo Sousa

Um dos melhores médios-centro da história do futebol português foi atleta da Juventus nas épocas 1994-95 e 1995-95, cumprindo 54 jogos e ganhando praticamente tudo: uma Serie A, uma Taça de Itália, uma Supertaça italiana e, acima de tudo, a Liga dos Campeões, em 1996.

Dimas

O defesa-esquerdo esteve duas épocas na Juventus (1996 a 1998). Não foi sempre titular, mas ainda assim disputou 39 jogos, naquele estilo prático e pouco dado a floreados. Pela Juve, ganhou dois campeonatos italianos, uma supertaça italiana e foi finalista vencido na Liga dos Campeões.

Jorge Andrade

Antes da Juventus (2007 a 2009), Jorge Andrade era um dos melhores centrais do planeta: rápido, intenso, elegante e com um apurado sentido de antecipação. Só que em Itália, Andrade lesionou-se várias vezes no joelho que o levariam a abandonar a carreira, pouco tempo depois.

Tiago

O médio saiu do Lyon para a Juventus, em 2007, e por lá continuou até 2010. Não foi particularmente bem sucedido, porque o seu estilo pausado e cerebral nunca conseguiu assentar no campeonato italiano nem tão-pouco numa Juve em reconstrução: nesses três anos, a Vecchia Signora não conquistou um título. Em 2011, saiu para o Atlético de Madrid.

João Cancelo

Cancelo está nesta lista só porque sim: o lateral português foi contratado esta época ao Valencia por 40 milhões de euros.