Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

Transferência de Cristiano Ronaldo é o “negócio do século” para a imprensa italiana

Jornais chamam à primeira página a ida do futebolista português para Itália, com o o “La Stampa” a considerar que Ronaldo vai abrir uma nova era no futebol do país

Lusa

ANDY RAIN

Partilhar

Os jornais diários italianos fizeram esta quarta-feira capa com a transferência do futebolista português Cristiano Ronaldo para o Juventus, transação descrita como "o negócio do século".

O diário italiano La Gazzeta dello Sport escreveu "Eu vou!" na capa, aludindo ao grito de Cristiano Ronaldo para celebrar a transferência para o novo clube.

O jornal milanês também assegura que o avançado português vai ganhar 31 milhões de euros por época e que será apresentado na segunda-feira, no Allianz Stadium, em Turim.

O diário romano Corriere dello Sport faz título com "Seja a luz", para destacar a importância que a contratação de Ronaldo vai ter não só para o Juventus, mas também para o futebol italiano em geral.

O jornal define a transferência do futebolista português como "o negócio do século", enaltecendo que o Real Madrid acedeu ao pedido do jogador luso, para encontrar um novo rumo na sua carreira depois de nove anos na capital espanhola.

O Tuttosport, de Turim, escreve "Aqui está!", agregando uma fotomontagem do jogador português a celebrar um golo com a camisola da Juventus.

O jornal define a chegada de Ronaldo como o "golpe do século" e recorda os 27 títulos conquistados ao longo da carreira, entre os quais cinco Ligas dos Campeões, antevendo "uma grande festa na segunda-feira", no recinto "bianconeri".

A chegada de Cristiano Ronaldo à Juventus também faz capa nos diários generalistas italianos, como La Republica, Corriere dela Sera ou o La Stampa.

Para o La Stampa, o português vai abrir uma nova era no futebol italiano, que já não contava com a presença de um vencedor vigente da Bola de Ouro há 11 temporadas -- altura em que o brasileiro Kaká estava no AC Milan.

A transferência mais cara do futebol italiano, depois de a Juventus ter contratado o argentino Gonzalo Higuaín ao Nápoles, por 90 milhões de euros, também foi destaque nos telejornais e em programas radiofónicos desportivos.

Na quarta-feira, a Juventus confirmou a contratação de Cristiano Ronaldo, de 33 anos, por quatro temporadas, até junho de 2022, mediante o pagamento de 100 milhões de euros ao Real Madrid.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema 'merengue', ao serviço do qual conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A Juventus domina o historial do campeonato italiano, com 34 títulos de campeão, sete dos quais conquistados ininterruptamente desde 2011/12 -- os quatro últimos sob o comando do atual treinador, Massimiliano Allegri.

Ronaldo vai ser o sétimo português a juntar-se ao clube de Turim, depois de Rui Barros, Paulo Sousa, Dimas, Jorge Andrade, Tiago e João Cancelo, contratado neste defeso ao Valência.