Tribuna Expresso

Perfil

Seleção

Fernando Santos: "Não foi mais do que um treino forte"

O selecionador sabia que Gibraltar ia ser um adversário fraco (5-0), mas queria dar ritmo aos jogadores antes do jogo contra a Suíça

Expresso

Matthias Hangst/Getty

Partilhar

Gibraltar era um adversário fraco para um campeão europeu e Fernando Santos já o sabia. Mas... "É sempre melhor ter um jogo do que um treino, porque num treino eles já se conhecem e num jogo há sempre outro ritmo - e queríamos dar algum ritmo aos jogadores", explicou o selecionador.

Apesar da superioridade evidente de Portugal, Fernando Santos não ficou particularmente satisfeito com a exibição. "Na 1ª parte abusámos da posse em zonas recuadas e estivemos a procurar sistematicamente o cruzamento como única solução. Na 2ª parte melhorámos nesse aspeto e isso modificou o tipo de oportunidades que surgiram", explicou.

"Gibraltar não era mais do que um treino forte, sabemos que não tem nada a ver com a Suíça - esse jogo projetamos de forma completamente diferente", acrescentou.

Questionado sobre as estreias de João Cancelo e André Silva, Fernando Santos garantiu que ambos são jogadores com futuro na seleção nacional. "Se os convoquei é porque acho que têm potencial. Dei-lhes minutos para se entrosarem, tal como também dei alguns minutos a outros que não os tinham".