Tribuna Expresso

Perfil

Seleção

Está na Federação Portuguesa de Futebol um dos melhores do mundo (e não é o Ronaldo)

Nuno Moura, o português de 35 anos recentemente considerado como um dos melhores talentos do mundo na indústria desportiva com o prémio “Leaders Under 40”, é o novo diretor de marketing da Federação Portuguesa de Futebol. Troca uma carreira na sede da Nike, nos EUA, para regressar a Portugal e assumir o desafio de tornar global a marca FPF

Catia Mateus

Nuno Moura trocou a Nike pela FPF

Marcos Borga

Partilhar

Chega com a missão de “acelerar o reconhecimento global da Federação Portuguesa de Futebol” e sem perder o foco no essencial: a proximidade aos portugueses, onde quer que eles estejam. Nuno Moura, 35 anos, até agora global digital brand director da Nike, trocou uma carreira na sede da marca desportiva em Portland, nos Estados Unidos, para regressar a Portugal e liderar o Marketing da FPF.

Voltar ao seu país era um sonho confesso, que “não esperava realizar tão cedo”, como admitiu à Tribuna Expresso. Em outubro foi reconhecido como um dos melhores do mundo na indústria desportiva, pelo seu trabalho na Nike. A FPF não o deixou escapar. Lançou-lhe o desafio de liderar um departamento de marketing sem fronteiras e com uma assumida estratégia de posicionamento global.

Nuno Moura aceitou e assume funções segunda-feira, 21 de novembro, para partir quase de imediato para Atenas, onde representará a FPF na final dos prémios de marketing da UEFA, onde a campanha “Não somos 11, somos 11 milhões”, usada no Euro 2016, em que Portugal foi campeão, é uma das finalistas na categoria de “Melhor Ativação de Marca”.

Formado em Comunicação, Nuno Moura chegou a estagiar na SIC Notícias, antes de se render ao marketing. Do seu currículo fazem parte multinacionais como a MTV e algumas das mais reputadas agências do digital - área onde se especializou e que assume também como “estratégica” na sua nova missão na FPF – liderando a produção de projetos internacionais para marcas como a Coca-Cola, Fiat, Alfa Romeo e Pantene, entre outras.

Desde 2012 que a sua carreira passava pela Nike, primeiro no Reino Unido e depois em Portland, para onde rumou quando foi chamado a assumir a nível global toda a estratégia de marketing digital da marca. Liderou campanhas como a do Euro 2016, Jogos Olímpicos 2016, Copa América 2016, Mundial 2014, Europeu 2012 – “My Time is Now” e “Nike Chance” (com a qual a sua equipa foi reconhecida nos Cannes Lions), entre muitas outras campanhas com nomes como Ronaldo e Neymar.

“Sempre quis voltar a casa”, confessa. Mas queria fazê-lo num projeto como este, “que fosse internacional e me permitisse dar continuidade às minhas ambições de desenvolvimento de carreira a nível global”. Na FPF, Nuno Moura tem como prioridade “acelerar o reconhecimento global da marca FPF que tem contribuído muito para aumentar a visibilidade de Portugal a nível internacional”.

O novo diretor de marketing quer também dar continuidade ao trabalho de aproximação aos portugueses, os que vivem em Portugual e os que estão espalhados pelo mundo e para isso, o digital e uma “ofensiva da FPF nas plataformas sociais” terão um papel estratégico, confirma o novo líder.

Além de Nuno Moura, a Federação contará a partir de janeiro com outro reforço de peso. O irlandês Diarmuid Crowley, que assegurou a direção-geral para a área de viagens e hospitalidade dos Jogos Olímpicos Rio 2016, assumirá a partir de janeiro a direção comercial da FPF. Crowley foi diretor de vendas do Euro 2008 e integrou durante vários anos a empresa de marketing desportivo IMG.

  • Este homem é o melhor do mundo, como o Ronaldo (e, por acaso, até trabalha com ele)

    Ronaldo

    Tem 34 anos, mais 200 pares de ténis no armário, uma paixão pelo desporto e pelo digital, e a responsabilidade de liderar a nível global o marketing digital da Nike, como Global Brand Digital Director. Para a consultora Leaders, Nuno Moura é um dos melhores do mundo naquilo que faz. O português, que está sedeado em Portland (EUA) desde 2014, está nomeado para o prémio “Leaders Under 40”, que distingue os melhores talentos mundiais na indústria desportiva, com menos de 40 anos, na categoria de Digital & Technology. Nuno Moura está entre os 35 melhores profissionais do mundo na indústria do desporto, selecionados entre 780 candidatos, num prémio cujos vencedores serão conhecidos na próxima semana, a 4 de outubro, em Londres.