Tribuna Expresso

Perfil

Seleção

O herói nacional não vai à Taça das Confederações

Fernando Santos anunciou esta quinta-feira os convocados para a Taça das Confederações e há duas ausências que são surpresas: Anthony Lopes pediu dispensa da seleção, por motivos pessoais, e Eder, o avançado que marcou o golo da conquista do Europeu

Diogo Pombo

Lars Baron

Partilhar

Antes de debitar os 24 convocados para os dois encontros que a seleção ainda fará antes da Taça das Confederações - contra o Chipre e a Letónia -, que passarão a 23 quando a equipa viajar para a Rússia.

Fernando Santos não deixou claro se a lista final para a Taça das Confederações será baseada nesta, mas com menos um jogador, ou se fará uma nova convocatória. A dúvida também não é esclarecida no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Quanto à convocatória, Anthony Lopes, guarda-redes do Lyon e campeão europeu, pediu dispensa por motivos pessoais. O selecionador nacional explicou-a assim: "Anthony devido a um assunto não desportivo, situação grave que só a ele, e à sua família, dizem respeito. Depois de ter tomado conhecimento da gravidade da situação, entendemos aceitar o pedido do Anthony e não fará parte da convocatória".

Os 24 convocados:

Guarda-redes: Rui Patrício (Sporting), Beto (Sporting) e José Sá (FC Porto).

Defesas: Pepe (Real Madrid), Cédric (Southampton), Nélson Semedo (Benfica), José Fonte, Bruno Alves (Cagliari), Luís Neto (Zenit São Petersburgo), Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund) e Eliseu (Benfica).

Médios: William Carvalho (Sporting), Danilo Pereira (FC Porto), Adrien Silva (Sporting), André Gomes (Barcelona), João Moutinho (AS Monaco), Pizzi (Benfica) e João Mário (Inter de Milão)

Avançados: Nani (Valência), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Ricardo Quaresma (Besiktas), Bernardo Silva (AS Monaco), André Silva (FC Porto) e Gelson Martins (Sporting).

Em relação ao Campeonato da Europa, e além de Anthony Lopes, saíram da convocatória Eduardo, Ricardo Carvalho, Renato Sanches, Vieirinha e Rafa.

A seleção nacional tem o primeiro jogo a 18 de junho, contra o México, seguindo-se a partida frente à Rússia, a 21, e o encontro diante da Nova Zelândia, a 24 de junho.

Antes, contudo, Portugal tem um encontro particular contra o Chipre, a 3 de junho, seguido de um jogo de qualificação para o Mundial de 2018, em Riga, na Letónia, a 9 de junho.

Um dia após da partida contra a Letónia, as regras da FIFA vão obrigar Fernando Santos a cortar um dos nomes que agora convocou. A seleção nacional apenas poderá levar 23 jogadores para a Taça das Confederações.

Logo, um destes jogadores terá de sair.