Tribuna Expresso

Perfil

Seleção

Bernardo Silva: “Já que não podemos ganhar queremos, obviamente, ficar em terceiro”

O extremo que vai tirar uns dias de férias para, depois, se juntar ao Manchester City, disse que a seleção vai lutar pelo terceiro lugar na Taça das Confederações

Expresso

FRANCK FIFE

Partilhar

"Portugal entra sempre para ganhar. Infelizmente, hoje não o conseguimos fazer. Jogámos contra uma grande equipa. Tivemos momentos bons, outros menos bons. No final, acho que fizemos um bom jogo, mas não conseguimos marcar.

Depois, nas grandes penalidades, tem um bocado a ver com a sorte. O Claudio Bravo defendeu os nossos três penáltis,

Quando se falha o primeiro e depois, também, o segundo, a pressão aumenta. Sabes que não se pode falhar mais. Não tivemos a sorte que tivemos nas outras alturas, como no Europeu. Parabéns ao Chile, que também o mereceu.

Já que não podemos ganhar e vamos disputar o terceiro e o quarto, queremos, obviamente, ficar em terceiro. Mas é claro que queríamos ficar em primeiro.

Vou ter as férias que tiver que ter. Estou muito contente com o passo que dei há pouco tempo. Esta competição não correu como queríamos, mas há que olhar para o futuro com felicidade. Sinto-me bem aqui na seleção, como sempre. Há dois ou três anos que o selecionador me dá sempre total confiança."