Tribuna Expresso

Perfil

Seleção

"Isto foi sempre a sofrer. Abriram o sobrolho ao Pepe, o Cédric foi atingido. Mas resistimos"

André Silva, o avançado do AC Milan, marco o único golo do jogo

Cristiano Ronaldo e André Silva, os dois avançados de Portugal na Letónia

JANEK SKARZYNSKI/GETTY

Partilhar

No final do encontro, André Silva referiu-se à agressividade imposta pelos húngaros durante o jogo. O avançado do AC Milan foi direto ao assunto aos microfones da RTP: "É verdade, foi complicado do início até ao fim. Foi sempre a sofrer, tivemos sempre de dar o máximo. Abriram o sobrolho ao Pepe, o Cédric foi atingindo. Mas conseguimos resistir"