Tribuna Expresso

Perfil

Seleções

Praga ameaça Mundial na Rússia. “Os relvados são verdes. Os gafanhotos são atraídos para locais onde predomina o verde”

Lembra-se das traças na final do Euro 2016? Na Rússia há pior: gafanhotos. E o ministério da agricultura está a ficar preocupado

Lusa

O estádio de São Petersburgo

Peter Kovalev/Getty

Partilhar

O responsável pelo departamento de cultivo do ministério da agricultura da Rússia advertiu que os jogos do Mundial 2018 de futebol poderão ser afetados por uma praga de gafanhotos, em especial os que se disputem no sul do país.

“Sabemos, mais ou menos, como lidar com as pragas de gafanhotos, mas este ano temo que possamos ter um escândalo internacional”, avisou Pyotr Chekmaryov, em declarações divulgadas por agências noticiosas estatais.

Numa conferência relacionada com o tema, Chekmaryov assinalou que a região mais afetada poderá ser a de Volvogrado e que a Rússia “corre o risco de cair em desgraça perante a comunidade internacional, numa altura em que vai acolher pessoas de todo o mundo”.

“Os relvados dos estádios de futebol são verdes. Os gafanhotos são atraídos para locais onde predomina o verde. O que acontecerá se voarem até aos locais onde se vão disputar os jogos do Mundial de futebol?”, questionou o responsável.

A seleção portuguesa de futebol integra o Grupo B da fase final, estreando-se frente à Espanha, em Sochi, a 15 de junho, defrontando depois Marrocos, em Moscovo, a 20, e o Irão, em Saransk, a 25.