Tribuna Expresso

Perfil

Seleções

Sub-21 protagonizam reviravolta emocionante na Suíça

No dia em que Rui Jorge completa 45 anos de idade, a sua equipa deu-lhe uma prenda, mas apenas na segunda parte. Portugal venceu a Suíça, por 2-4, mas ao intervalo estava a perder por 2-0. A seleção nacional segue em segundo lugar - atrás da Bósnia, que também venceu esta tarde - no grupo de acesso ao Europeu de 2019, mas agora… só depende de si própria

Hugo Miguel Ferreira

A festa dos Sub-21 contra a Suíça

JEAN-CHRISTOPHE BOTT/GETTY

Partilhar

Um dia depois da derrota da seleção principal, entraram em campo os 'miúdos' de Rui Jorge. A seleção portuguesa de sub-21 espelhou a primeira parte dos graúdos, entrou apática e chegou ao intervalo a perder, mas voltou dos balneários com vontade de virar o resultado - e, felizmente, com muito mais inspiração que os A frente à Holanda.

Os 'míudos' portugueses fizeram a festa na Suíça que, a jogar em casa, sofreu a sua quarta derrota no grupo, após uma categórica reviravolta de Portugal.

Num jogo onde a nossa seleção teve de se adaptar ao relvado sintético do estádio La Maladière, em Neuchâtel, a Suíça entrou pressionante e chegou ao golo logo aos 4 minutos por Djibril Sow, num lance em que o guardião luso - Joel Pereira - podia ter feito melhor figura. Aos 37 minutos, e dois minutos depois de um golo anulado por fora-de-jogo, os suíços chegam mesmo ao 2-0 por intermédio de Cümart num lance idêntico ao anulado - e por isso mesmo duvidoso.

Depois do tempo de descanso, Portugal entrou em campo com outra atitude, e em 15 minutos já empatava o jogo. Heriberto Tavares - que entrou para o lugar do lesionado Rafael Leão - reduziu aos 49’, após assistência de João Carvalho. André Horta igualou o marcador aos 57 minutos. Poucos depois, a seleção portuguesa chegou à reviravolta no marcador por João Félix que, aos 63 minutos, de pé esquerdo, encostou a bola para o fundo da baliza helvética, após um livre de Diogo Gonçalves desviado num defensor suíço.

Com a Suíça completamente mergulhada no ataque em busca do empate, foi mais feliz a seleção nacional, com especial destaque para Gil Dias que, após um canto cobrado pelos helvéticos, conseguiu isolar-se e correr desde o meio-campo até à área contrária, onde ‘picou’ a bola sobre Baumann e dilatou a reviravolta para 4-2, já ao minuto 90.

Com quatro jogos ganhos, uma derrota e um empate, a seleção nacional de sub-21 soma 13 pontos em seis jogos e ocupa o segundo lugar do grupo atrás da Bósnia, que conta com 15 pontos, após vencer esta tarde o Liechtenstein, por 4-0.

Em terceiro lugar e apenas com um ponto a menos encontra-se a Roménia (12 pontos) - próximo adversário de Portugal no grupo. Em quarto lugar segue a Suíça e em quinto lugar o País de Gales - ambos com 7 pontos - e no último posto encontra-se a seleção do Liechtenstein que ainda não conseguiu pontuar, tendo no seu registo seis derrotas em seis jogos disputados.

Classificação do grupo

1º Bósnia e Herzegovina - 15 pontos
2º Portugal - 13 pontos
3º Roménia - 12 pontos
4º Suiça - 7 pontos
5º País de Gales - 7 pontos
6º Liechtenstein - 0 pontos

Calendário

Portugal - Roménia (9 de Setembro)
País de Gales - Portugal (11 de Setembro)
Liechtenstein - Portugal (11 de Outubro)
Portugal - Bósnia (16 de Novembro)