Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jorge Jesus: Sporting é candidato “a ganhar tudo”

Em entrevista ao jornal “Record”, o treinador leonino garante ter “melhores opções do que as que tinha no ano passado, por esta altura, e diz que tudo está a correr bem na sua relação com Bruno de Carvalho

Mafalda Ganhão

Comentários

Carlos Rodrigues

Partilhar

Confiante e assumindo que o Sporting está preparado esta época para “ganhar tudo em Portugal”, o treinador do clube, Jorge Jesus, garante ter “melhores opções do que as que tinha no ano passado, por esta altura. Em entrevista ao jornal “Record” que na edição desta segunda-feira publica a segunda parte da conversa, Jesus aborda também a sua relação com Bruno de Carvalho, para dizer que o trabalho com o presidente do Sporting está a correr bem.

“Não é fácil trabalhar comigo, porque sou dono e senhor das minhas ideias”, assume o treinador dos leões. “À partida, o presidente do Sporting sabe qual foi o tipo de treinador que contratou. Não há nada para haver choques de interesses ou egos”, acrescenta. Jesus afirma que entre ambos “a identificação” é agora “muito melhor que há 12 meses”, mas recorda que, quando foi contratado, deixou bem claro que não é treinador para seguir o caminho ditado por uma estrutura: “Quando me foi buscar , eu meti isto em cima da mesa (...) E no dia em que não for assim, vai haver problemas”, conclui.

Sobre o plantel sportinguista, Jorge Jesus mostra-se satisfeito. “Neste momento já tem a identidade e as exigências que o Sporting precisa”, diz, o que lhe dá “certezas” para avançar “para a conquista de títulos”.

Na entrevista, o ex-treinador da Luz deixa rasgados elogios a Luisão, considerando que o Benfica “quer correr” com o defesa. Jesus recorda os 11 títulos que conquistaram juntos e não hesita em considerá-lo “um exemplo de capitão” e “um super jogador”.

Quanto a Adrien, que se mantém no Sporting depois de ter vindo a público manifestar o seu interesse em se juntar ao Leicester, aceitando a proposta milionária que afirma ter sido avançado pelo clube britânico, Jesus afirma que “é um bom capitão”, mas que “ainda tem muito para aprender, em defesa do que são os interesses da equipa”.

Na entrevista são ainda abordadas as arbitragens, com Jorge Jesus a desmentir ter sido beneficiado na vitória sobre o FC Porto. Mas o treinador deixa algumas críticas aos árbitros, considerando que alguns “não entendem a prática do jogo” e são “demasiado teóricos”.

Entretanto, depois de Jesus ter dito ao “Record” que o Sporting nunca esteve interessado em Rafa Silva, alguns meios de comunicação referiram neste domingo a existência de um suposto email enviado pelo advogado do jogador benfiquista à advogada do clube de Alvalade, afirmando não “existirem hipóteses de concretizar a trasferência” de Rafa. O “Correio da Manhã” é um dos jornais a citar o email, embora na sua edição desta segunda-feira cite que fonte leonina desmentiu a existência de tal email.