Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Godinho Lopes quer falar mas espera “um sinal de boa vontade” do Sporting

Antigo líder do Sporting está disponível para ser ouvido na Comissão de Audição dos ex-presidentes aprovada em assembleia geral, mas só se forem cumpridos “os pressupostos de uma carta que enviou à atual Direção”

Expresso

Comentários

Alberto Frias

Partilhar

Godinho Lopes está disponível para comparecer e prestar declarações perante a Comissão de Audição dos ex-presidentes do Sporting, uma decisão aprovada na última assembleia geral do clube.

Em declarações ao Expresso feitas pelo porta-voz António Sousa Duarte, antigo responsável pela comunicação do Sporting, Godinho Lopes reagiu à manchete desta manhã do jornal “i”, que dá conta de que Bruno de Carvalho convocou todas as claques oficiais para se juntarem à comissão que irá julgar os antigos detentores do cargo que agora ocupa. Uma “escolha controversa”, adianta o matutino, depois de ouvir sportinguistas classificarem a comissão de “tribunal popular”.

Uma fonte da direção leonina ouvida pelo Expresso confirma a chamada das claques mas refere que a notícia do “i” está truncada, porque além das claques Juventude Leonina. Torcida Verde, Diretivo XXI e Brigada Ultras todos os outros órgãos representativos do universo sportinguista estarão representados na Comissão de Audição, nomeadamente o Conselho Leonino, o Grupo Stromp e os Leões de Portugal. A comissão é liderada por Jaime Marta Soares, presidente da Assembleia Geral.

Nas declarações feitas ao Expresso, o antecessor de Bruno de Carvalho na presidência diz que sempre se mostrou “disponível para esclarecer os sportinguistas”. Adianta ignorar “por completo a composição da comissão”, mas mesmo “sem saber quem lá está” quer falar “porque sempre se sentiu bem entre sportinguistas”.

Godinho Lopes apenas coloca uma condição para que tal aconteça: “Que sejam cumpridos os pressupostos de uma carta em tempos enviada ao presidente da atual direção”. E o que diz essa missiva? “Que a direção de Bruno Carbvalho dê um sinal de boa vontade em relação a Godinho Lopes”, responde o seu porta-voz, sem adiantar mais pormenores.

Quando tomou posse, Bruno Carvalho mostrou-se sempre muito crítico relativamente às anteriores direções do clube, acusadas de má gestão, mas foi particularmente agressivo para com Godinho Lopes.

O “i” adianta que a comissão já definiu no calendário de audições de José Roquette (15 de setembro), Dias da Cunha (22 de setembro), José Bettencourt e Godinho Lopes (27 de setembro). Até ao momento apenas Roquette e Soares Franco confirmaram a presença perante a Comissão de Audição, mas fizeram-no ainda antes de ser conhecida a composição da mesma.