Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Rafa negou Jesus. Preferiu a Luz

Os papéis da inscrição de Rafa pelo Benfica entraram às 23h53, depois de Vieira ter cedido a algumas pretensões do empresário e de o jogador ter preferido a Luz a Alvalade

Fábio Monteiro

Comentários

Partilhar

Tal como na parábola bíblica, Rafa negou Jesus, Bruno de Carvalho e ao Sporting antes que o “galo” do período final de transferências “cantasse” e acabou por assinar pelos encarnados, quando já faltava pouco para a meia noite do dia 31 de agosto. Mas não foi por falta de tentativas de conversão pelo clube leonino, conta o “Correio da Manhã” esta sexta-feira.

Quando faltava uma hora para o período de transferências terminar, Bruno de Carvalho ainda trocava mensagens como “vamos vencer esta batalha”, referindo-se à contratação de Rafa Silva. Ao mesmo tempo, Luís Filipe Vieira estava reunido, na Luz, com o empresário do jogador, António Araújo.

Pelo que o matutino apurou, Alvalade fez uma “pressão brutal” para tentar desvirar o atacante do clube rival. Bruno de Carvalho teria à porta do hotel da seleção, emissários do Sporting com o contrato para Rafa Silva assinar.

Ao longo da tarde do último dia do mercado de transferências, o presidente dos leões tinha tudo acordado com o Sp. Braga. Pagava 16 milhões de euros ao clube minhoto, 1,2 milhões limpos por época a Rafa e emprestava ao Sp. Braga dois jogadores: Wallyson e Matheus Pereira. Mas esta proposta acabou por não interessar nem aos minhotos nem ao Sporting.

No dia 30 de agosto, quando o Benfica anunciou que o plantel estava fechado, o empresário de Rafa Silva reuniu-se com Bruno de Carvalho em Alvalade para formularem uma nova proposta. Acertaram todos os valores e elaboraram o contrato. Mas antes que este fosse assinado, o empresário do jogador levou essa minuta até Luís Filipe Vieira.

Nesse momento, o presidente do Benfica desvalorizou. Mas logo na manhã do dia 31 chamou o empresário à Luz para fazer uma proposta com as mesmas condicionantes.

Segundo o “CM”, os papéis da inscrição de Rafa pelo Benfica entraram às 23h53, depois de Vieira ter cedido a algumas pretensões do empresário e de o jogador ter preferido a Luz a Alvalade.