Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sporting com prejuízos de 31,9 milhões de euros

A SAD do Sporting Clube de Portugal passou de lucros a perdas

Margarida Cardoso

Comentários

Andr\303\251 Kosters

Partilhar

O Sporting fechou o exercício da época de futebol 2015/2016 com um prejuízo de 31,9 milhões de euros, contra um lucro de 19,33 milhões em período homólogo (2014/2015), indica o relatório e contas do clube, enviado à CMVM - Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

No comentário ao desempenho do clube, o presidente dos "leões", Bruno Carvalho, refere que os prejuízos "resultam sobretudo" de gastos não recorrentes no valor de 14,9 milhões de euros, referentes à trasferência do futebolista Rojo, um processo que "ainda se encontra em contencioso nos tribunais suícos".

"Sem este impacto, o prejuízo do ano seria de cerca de 16,9 milhões de euros que, tivesse o Sporting acedido à fase de Grupos da Champions League, seria em grande parte mitigado", afirma.

O presidente do Sporting destaca, aliás, que as vendas dos direitos dos futebolistas João Mário, ao Inter de Milão, e Islam Slimani, ao Leicester, já depois do encerramento do último exercício, vão traduzir-se numa mais valia próxima dos 54 milhões de euros.

O comunicado do clube refere, também, que a sociedade apresentava, a 30 de junho, capitais próprios negativos e, nesse contexto, devem os acionistas deliberar em assembleia geral, a 30 de setembro, entre 4 hipóteses: a) a dissolução da sociedade, b) a redução do capital social, c) realização de entradas em dinheiro que mantenham pelo menos em dois terços a cobetura do capital social e/ou d) adoção de medidas concretas tendentes a manter pelo menos em dois terços a cobertura do capital social.

No entanto, o comunicado garante que "ainda assim, é convicção do Conselho de Administração que o caminho traçado para a Sporting SAD, com linhas orientadoras já anteriormente anunciadas, sustentado e assente no projeto de reestruturação financeira já implementado e tendo em consideração os factos subsquentes constantes no presente relatório, permitirá à SAD criar valor, gerar lucros e sair da situação de perda de metade do capital em que se encontra".