Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

J.J. fez-nos a análise aos reforços: a largura de Bas, a velocidade de Lazar e a ratice do André

Dost, Markovic, Elias, André e Campbell. Quatro dos cinco reforços do Sporting estrearam-se na vitória (3-0) contra o Moreirense, em Alvalade, e Jorge Jesus falou sobre cada um deles no final do jogo.

Expresso

Comentários

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Mais do que os três golos marcados, Jorge Jesus falou sobre os cinco reforços que jogaram contra o Moreirense, após a quarta vitória seguida no campeonato. O treinador do Sporting analisou todos durante flash-interview e começou por comparar o holandês que se estreou a marcar, com o argelino que veio substituir na equipa. É fazer um, dó, li, tá, porque houve palavras para os cinco reforços.

O treinador do Sporting disse ainda que a equipa podia "ter feito mais" e, se não o fez, é porque houve uma desculpa: "Há muitos jogadores que jogaram até ao fim que estiveram seleções e dou-lhes esse benefício da dúvida". Agora vem aí o Real Madrid, na terça-feira (19h45, para a Liga dos Campeões), e Jesus também falou sobre o desafio contra a equipa campeã europeia: "A Champions é especial, é onde estão as melhores equipas. Vamos jogar com o campeão europeu, mas sabemos o que valemos e o que podemos fazer. Vamos muito confiantes para esse jogo".

Bas Dost
“Bas nota-se que tem uma característica própria de jogar, um bocadinho fora da equipa. O Slimani também era assim um bocadinho. Assistia na largura e depois posicionava-se para cruzar e o jogo acabava. Vai aprender como o Slimani e vai ter rentabilidade”.

Lazar Markovic
“O Markovic entrou bem dentro daquilo que ele é. Esteve um ano sem jogar. Não é o Markovic que conheço, mas quando muda de velocidade é complicado…”

Elias
“Entrou para dar segurança de posse de bola mas também nota-se que ainda não está com a dinâmica que é preciso para jogar em Portugal.”

André
“É um primeiro avançado, não é segundo. Sem comparação, mas é à imagem de Liedson. É um finalizador, um ratinho. Aparece na área e faz golo. Pu-lo fora da zona do golo para lhe dar jogo e adaptar-se aos adeptos, ao estádio."

Joel Campbell
“O Joel também melhorou de qualidade [o costa-riquenho já tinha jogado contra o FC Porto, há duas semanas]."