Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

“Não estávamos preparados para perder e para sofrer três golos”

Jorge Jesus reconheceu as deficiências defensivas do Sporting em Vila Conde e deu aos parabéns ao Rio Ave, que “ganhou bem” (3-1)

Expresso

Jorge Jesus desiludido com a derrota do Sporting

MIGUEL RIOPA/Getty

Partilhar

Jorge Jesus não era, obviamente, um treinador satisfeito após a derrota do Sporting em Vila do Conde. “Como é que se explica? É fácil de explicar: basta olhar para o marcador, eles fizeram três golos e nós um”, respondeu o técnico, quando questionado sobre o resultado negativo com o Rio Ave.

“A primeira parte não foi boa, em termos defensivos a equipa não conseguiu recuperar posicionamentos com a velocidade com que normalmente o faz e a equipa do Rio Ave meteu alguma velocidade e foi muito eficaz - e isso fez a diferença”, explicou Jesus.

Jesus admitiu a falta de acerto defensivo do Sporting, mas também deixou elogios ao adversário. “Tivemos alguns erros defensivos e não foi fácil na segunda parte ir procurar o resultado. Não posso tirar mérito ao Rio Ave, ganhou bem e soube jogar bem. Parabéns à equipa”, disse.

Questionado sobre a possível entrada de Jefferson - que foi aquecer logo nos primeiros minutos - para o corredor esquerdo, onde o Sporting estava a sofrer vários ataques, Jesus esclareceu que nunca pensou tirar dali Bruno César. “O Jefferson foi aquecer não para entrar. Eu queria que ele fosse dar uma indicação ao Rui Patrício. Os nossos golos foram deficiências da equipa coletivamente, em termos de posicionamento. O problema não era da última linha, era da primeira e da segunda linhas, não foram capazes de parar a construção do Rio Ave” explicou, acrescentando que não é fácil “mudar o chip” da Liga dos Campeões para a Liga portuguesa, “por muito que tu passes a mensagem”, disse.

“Não estivemos bem e pagámos a fatura, o campenato é assim”, lamentou. “Como é óbvio, não estávamos preparados para perder hoje, nem sofrer três golos, nem sofrer três golos em 30 minutos. Não soubemos ser a equipa que normalmente somos.

Partilhar