Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

“É completamente falso que o presidente do Sporting tenha tentado agredir quem quer que seja”

Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, foi à sala de imprensa após o Sporting-Arouca para desmentir os responsáveis arouquenses, que se queixaram de tentativas de agressão no túnel de Alvalade

Expresso

Partilhar

Bronca. Ainda durante as flash interviews da Sport TV após o Sporting-Arouca, foi possível ouvir uma grande confusão no túnel de Alvalade, mas nenhum dos treinadores presentes quis falar sobre o assunto.

Só que, pouco depois, Joel Pinho, diretor desportivo do Arouca, surgiu na sala de imprensa a denunciar (leia AQUI) uma alegada agressão de Bruno de Carvalho a Carlos Pinho, presidente do Arouca.

Mas Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, desmentiu. “O presidente do Sporting foi à casa de banho e foi insultado”, disse Saraiva, que virou a acusação ao contrário. “O diretor desportivo do Arouca, bem como outros elementos, incluindo um jogador, tentaram a todo o custo furar o cordão policial e agredir as pessoas do Sporting que estavam dentro do balneário”, explicou.

“O que temos de lamentar e que não podemos aceitar de maneira nenhuma é que quem vem à nossa casa, seja quem for, insulte o Sporting na figura do seu presidente e tente agredir o Sporting na figura do seu presidente, que mais não fez do que ficar estupefacto”, acrescentou.

“Em nome da reposição da verdade, é falso que tenha havido qualquer tentativa de agressão, muito menos ao presidente do Arouca, mas, como é hábito, cada vez que o Arouca joga o seu presidente causa problemas”, acusou Nuno Saraiva.

“É completamente falso que o presidente do Sporting tenha tentado agredir quem quer que seja. Ele sim, foi vítima de uma tentativa de agressão e dos insultos mais obscenos que possam imaginar”, concluiu o diretor de comunicação sportinguista.

Partilhar