Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Candidato às eleições no Sporting volta atrás

Menos de 24 horas depois de ter anunciado que pretendia concorrer às eleições leoninas, Paulo Paiva dos Santos diz que afinal não avança

Partilhar

O empresário Paulo Paiva dos Santos disse esta segunda-feira, em declarações à Antena 1, que afinal não será candidato à presidência do Sporting, depois de ter anunciado na noite deste domingo que ia apresentar-se às eleições do próximo ano.

De acordo com a rádio pública, o fundador da farmacêutica Generis não quer, para já, revelar porque desistiu da candidatura, tendo a agência Lusa tentado contatar Paiva dos Santos, mas sem sucesso.

No domingo, o empresário tinha anunciado a candidatura momentos depois da derrota do Sporting com o Sporting de Braga, por 1-0, na 14.ª jornada da I Liga de futebol, que deixou os 'leões' a oito pontos do líder Benfica.

"Face ao atual momento que vive o 'nosso' Sporting, informo oficialmente que serei candidato às eleições presidências do Sporting Clube de Portugal, 2017", escreveu, na altura, em comunicado.

A acompanhar o comunicado, Paulo Paiva dos Santos colocou uma fotografia do seu cartão de sócio dos 'leões', sendo associado desde 1977.