Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Madeira Rodrigues acusa José Maria Riccardi de mandar no Sporting

O candidato à presidência do Sporting acusa José Maria Ricciardi de ser uma "figura omnipresente" no clube, com a ajuda de Bruno de Carvalho

Lusa

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Partilhar

Pedro Madeira Rodrigues, candidato à presidência do Sporting, acusou o banqueiro José Maria Riccardi de escolher treinadores e jogadores para o Sporting, prometendo que, caso seja eleito, a maioria do capital da SAD será mantida.

"Numa entrevista em 2013, o actual mandatário de Bruno de Carvalho, Daniel Sampaio, explicou aos sportinguistas como esta figura [José Maria Riccardi] convidava, escolhia presidentes e participava na escolha de treinadores e até jogadores", começou por dizer, prosseguindo: "É a tal figura sempre omnipresente, que nunca teve coragem de se candidatar a presidente do Sporting."

Em conferência de imprensa realizada em Lisboa, o candidato da lista A referiu que existe um plano para afastar os associados do clube, frisando que irá assegurar a maioria do capital da SAD.

"Hoje, percebemos que há um projeto em curso para tirar o Sporting dos sócios. Quero deixar muito claro a todos os sócios que connosco o Sporting vai manter a maioria do capital da SAD. Não vamos comer e calar", declarou.

Madeira Rodrigues "exigiu explicações" ao seu único adversário nas eleições e atual presidente dos 'leões', Bruno de Carvalho, relativamente aos "18 milhões de euros que entraram no Sporting", assegurando que "a primeira coisa que irá fazer como presidente será descobrir quem fez o investimento".

O gestor Pedro Madeira Rodrigues e o atual presidente do clube, Bruno de Carvalho, são os únicos candidatos à presidência do Sporting, cujas eleições para os órgãos sociais se realizam no sábado, 4 de março.

  • Um disse o que fez, outro disse o que fará (mais ou menos)

    Sporting

    Acabou o debate entre Bruno de Carvalho e Pedro Madeira Rodrigues. O presidente-candidato puxou dos galões de quem fez as maiores vendas e de quem reestruturou a dívida do clube; o candidato a presidente criticou as promessas não cumpridas e o estilo de BdC. Estivemos em direto e se quiser saber o que um disse ao outro, ipsis verbis, é só fazer scroll

  • Bem me quer, mal me quer (guia para um debate presidencial)

    Sporting

    As eleições presidenciais no Sporting são a 4 de março e hoje é o primeiro, e único, debate (21h, Sporting TV) entre os dois candidatos. Vão ser entre 60 a 80 minutos de Bruno de Carvalho contra Pedro Madeira Rodrigues. E de discussão e críticas sobre treinadores, estrutura, formação, contas, dívidas e investidores