Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

O powerpoint de Jesus (o criador de ideias, momentos e modelos) “para ser um treinador top”

Jorge Jesus aceitou “o desafio lançado pelo presidente” do Sporting para estar no congresso “The Future of Football”, em Alvalade, a explicar exatamente que influência tem o treinador no treino e na equipa

Expresso e SIC Notícias

Partilhar

A apresentação de Jesus

“Quero partilhar ideias para que o futebol em Portugal evolua. Vou falar sobre futebol para uma plateia de agentes de futebol e não para treinadores, apresentando as minhas ideias em relação ao que é um treinador de uma equipa.

Qual é a influência do treinador no treino? Não é fácil para mim comunicar para uma plateia de pessoas que não são treinadores.

Não vou especificar tudo isto. Mas há três coisas que são fundamentais para o treinador ter influência na equipa.

Eu fiz um 'powerpoint'.”

O 'powerpoint' de Jesus

Influência do treinador no treino
Criador: filosofia da equipa, ideias da equipa, métodos de treino, objetivos de treino, a ciência no treino

As 3 ideias da equipa: sistema, modelo de jogo, modelo de jogador

“Vocês estão fartos de ouvir: 'o sistema são números de telefone'... Mentira. Quem não perceber o que é um sistema nunca vai dar treinador. O sistema é o princípio de tudo, é o princípio do modelo e da escolha de jogadores.

O treinador é o criador.

Hoje, um treinador e jogadores que só saibam o que é o seu sistema de jogo... O futebol vai evoluir para que o treinador tenha mais do que um sistema durante um jogo e os jogadores vão ter de ter uma cultura tática muito maior.

O treinador tem de ter cada vez mais capacidades. O futuro do futebol será como no andebol e no basquetebol, em que os treinadores mudam completamente as suas táticas e estratégias, no próprio jogo. Mas é que não tenho dúvidas nenhumas.”

Os 5 momentos do jogo: organização defensiva, transição ataque-defesa (reorganização), organização ofensiva, transição defesa-ataque, estratrégia posicional

“O que eu ouvia quando vinha com o meu pai a Alvalade, quando era criança, era: "esta equipa não tem fio de jogo". Isso é o modelo de jogo.

Diziam que eram 4 momentos de jogo e fui eu que disse que havia 5 momentos de jogo.

Cada treinador tem a sua forma de ensinar, nós não somos iguais. Isto nao é uma ciência exata. Nós influenciamos o treino e outros treinadores.”

O modelo de jogador: características individuais; potencializar

“O treinador é que é o criador e vai buscar os jogadores que acha que têm valências para o seu modelo de jogo.

Por isso é que é muito importante ser o treinador a escolher os jogadores, porque ele é que é o criador. Ter cultura de campeão também se trabalha, não é só ganhar alguns jogos, é ter objetivos.

Muita gente pensa que o treinador é o que escolhe o Figo, escolhe o Beto e vamos jogar e está tudo certo. Tem de reunir muito mais qualidades e muito mais valências, para ser um treinador de top, trabalhando em equipas de top.”