Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Agora sim, Bruno Fernandes é do Sporting

Depois de capitanear a seleção no Europeu sub-21 e de chegar ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com um cachecol do Sporting ao pescoço, o clube confirmou a contratação de Bruno Fernandes. O médio custou 8,5 milhões de euros, mas o valor poderá chegar aos nove milhões

Diogo Pombo

Paolo Rattini

Partilhar

Era segunda-feira de manhã e os aviões aterravam em Lisboa. Um dos passageiros que saiu pelo terminal de chegadas do aeroporto Humberto Delgado foi um miúdo, com a cara algo séria, com parcimónia nos sorrisos, sem dirigir muitas palavras aos jornalistas e à gente que o esperava. Era Bruno Fernandes.

Ele apareceu com um cachecol do Sporting pendurado ao pescoço, depois de dias e dias de capas, artigos e rumores o darem como a próxima contratação dos leões. Uma compra que recebia muita atenção, sobretudo, por quatro motivos, que estão ligados uns com os outros - ele é novo (22 anos), ele é capitão da seleção sub-21 e diz-se que ele custou à volta de nove milhões e euros.

A segunda-feira passou e do Sporting ou de Bruno Fernandes, nada. Até que, ao final da tarde desta terça-feira, os leões confirmaram à CMVM o que o cachecol no pescoço já dera como mais do que previsível: o médio assinou um contrato de cinco anos com o clube de Alvalade.

Custou 8,5 milhões de euros, que poderão ser nove, porque há 500 mil euros em variáveis que dependem do desempenho do jogador.

A moral desta história de aeroporto e cachecol é que o Sporting acabou de garantir um médio que promete ser muita coisa. E que poderá ser o substituto de Adrien Silva, quer o capitão dos leões saia, ou não, do clube este verão.

Bruno Fernandes passou as últimas cinco temporadas e meia em Itália. Ainda era júnior quando o Novara o foi buscar ao Boavista. Em 2013 transferiu-se para a Udinese, clube com dimensão de competições europeias, no qual jogou durante três épocas e começou a dar nas vistas com os pontos fortes que tem - intensidade com a bola, ávido a remates a longa distância da baliza, boa chegada à área adversária, e muita técnica nos pés.

O clube de Udine emprestou-o na última época à Sampdoria, equipa que ficou em 10º lugar da Série A e em que fez 35 jogos e marcou cinco golos.

O Sporting acredita que Bruno Fernandes poderá render, brilhar e dar que falar no clube pelo bem que jogará. Porquê? Por ter fixado a cláusula de rescisão do português nos 100 milhões de euros.